Ensaios

P de Plágio. Notas sobre autoria e autoridade

Neste ensaio pretende-se problematizar o tema da autoria, em particular, questionar a sua natureza intemporal e definitiva. Uma intenção porventura pretensiosa, mas que não é mais do que uma tentativa de dissecar uma questão sem encará-la como um obstáculo a superar.

Corpos e geografias da criminalidade nos Relatórios Anuais de Segurança Interna

O RASI é anualmente publicado pelo Governo para escrutínio público e parlamentar do trabalho das autoridades policiais nacionais. Nas suas páginas, apresenta-se um balanço da criminalidade nacional e identificam-se as principais ameaças à segurança interna. As populações dos “bairros degradados”, “bairros problemáticos” e, actualmente, “Zonas Urbanas Sensíveis” (ZUS), são um dos focos principais destes relatórios desde a sua origem.

Blockchain é mais do que criptomoedas?

Nos últimos tempos, com a subida da inflacção, a oficialização de uma crise, e casos como a Luna, a fama da blockchain não está nos melhores dias – nem o seu valor. Contudo, essa não deve ser a métrica do sucesso, da sua implementação nem do seu desenvolvimento.

Ilustração de uma nota de 200 reais com as cores da bandeira do Brasil e a silhueta de Bolsonaro a fazer continência ao centro.

Bolsonaro, o Capitão Privatização

Bolsonaro conseguiu construir uma aliança entre a bíblia, o ‘Olavismo’ (movimento que luta por uma hegemonia social e cultural ultraconservadora), as forças de segurança e o capital (agrário, financeiro e comercial). Após quatro anos, duas nomeações para o Supremo Tribunal Federal e cinco ministros da educação, qual o verdadeiro legado de Bolsonaro para além das 680 mil mortes de covid-19?

Reforma Prisional ou Abolição da Prisão?

Introdução de ‘As Prisões Estão Obsoletas?’, livro da autoria de Angela Davis recentemente editado em português pela Antígona com tradução e prefácio de Sadiq S. Habib.

A desintegração do espectáculo quotidiano

Talvez não tenhamos consciência, mas o nosso quotidiano é dominado pela constante exposição e criação de imagens, representações da realidade geralmente confinados a pequenos espetáculos em ecrãs, em forma de posts, tik toks, reels, pins, tweets, memes.

Imagem Ilustrativa da Instapoetry

A Literatura possível nas redes sociais: entre Rupi Kaur e Caroline Calloway

A estrutura destes poemas apresenta-se adaptada aos constrangimentos impostos pelas suas configurações. Por esse motivo, é imperativo fazer a distinção entre o poeta que escreve para as redes e o poeta que instrumentaliza as redes sociais como um meio de divulgação, sem comprometer o resultado final do poema.

Homem a segurar num smartphone com um autocolante onde se lê "Social Media seriously harms your mental health"

As redes estão a deixar de ser sociais? 

As redes sociais tal como as conhecemos vão desaparecer? O TikTok está a levar a profundas alterações nas plataformas sociais de primeira geração, como o Facebook e o Instagram.

Por favor, não avalies o teu mérito com base nas métricas das tuas redes sociais

Uma sessão de notícias no telejornal revela-nos como acontecimentos digitais se tornam importantes na vida real, o ex-Presidente dos Estados Unidos da América mostrou o que é preferir o Twitter para se fazer chegar à população e imensa gente anda lá a perder tempo todos os dias. Ainda assim, não me parece que nada disso justifique que alguém se avalie a si próprio pelo seu sucesso no social-digital. 

A Inteligência Artificial ainda tem muito para aprender

E se a verdade é que Inteligência Artificial tem realmente capacidades muito para além das nossas, não é menos verdade que ainda tem muito para aprender connosco. Quem a vai educar é a grande questão.

Repouso Elétrico

“Caminhar sem destino, um ócio sem referência, está caído em desgraça; mas novas formas, contemporâneas, de abalar o mercantilismo urbano desenvolveram-se. / Fumar erva é uma delas.”

Não mas obrigado, Elon Musk

A proposta de Elon Musk para comprar a totalidade do Twitter gerou uma onda de reações altamente polarizadas. Mas importa aprofundar esta discussão – é isso 
que propomos fazer neste artigo.

A guerra não é tempo de literatura

“Mas isto também não significa que a literatura se desvanece completamente. É no momento extremo, no momento de tragédia, no momento de ameaça que a literatura provém dentro de nós, pois todas as histórias e livros que lemos explicam-nos o mundo em nosso redor.”

BTS, o seu ARMY e a reinvenção dos grupos de fãs no século XXI

Pensar em grupos de fãs, hoje, no universo pop, pressupõe olhar para os grupos com maior destaque nos Tops e Prémios a nível internacional, a sua presença em spots publicitários e, claro, nas manifestações que recebem dos seus fãs. E é aí que surge o ARMY, grupo de fãs do grupo de K-Pop BTS.

O “terror” que nos governa

Tal como aconteceu na televisão por estes dias, antes de se questionar e escrutinar os comunicados policiais e os diagnósticos de especialistas, optou-se por mergulhar de cabeça nos cenários mais aterradores e só depois se foi desmantelando gradualmente, pela força dos factos, a densa teia de especulações e frases grandiloquentes.

Imagem da Wikipédia

Podia a Wikipédia ser igual em todas as línguas?

Em que consistiria esta Wikipédia Universal, e como funcionaria? Como comunicariam estas 300 comunidades com tantas línguas diferentes e onde nem todos falam ou escrevem em mais do que a sua língua nativa?

A aceleração do tempo na pós-modernidade

A passagem da modernidade para a pós-modernidade trouxe consigo várias mudanças no mundo social. Uma mudança significativa que caracteriza a passagem de um período para o outro é a mudança na forma como experienciamos o tempo.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt