Project Alias: uma alcunha para os assistentes pessoais pela tua privacidade

E tu podes fazer o teu.
2 minutos de leitura

Em português chamamos alcunha, em inglês chamam alias ao nome informal por que uma pessoa é conhecida nos seus círculos mais próximos. Esta estratégia de apelidar uma pessoa com um nome não oficial pode ser por uma questão afectiva, de intimidade, mas também pode servir como forma de adicionar uma camada de privacidade em contexto específicos (daí os tags, no graffiti, por exemplo).

Foi a partir dessa ideia que os dinamarqueses Bjorn Karmann e Tore Knudsen imaginaram um pequeno aplicativo que pode fazer muita diferença nas vidas futuras.

Chama-se “Project Alias” e, basicamente, permite dar uma alcunha aos assistentes pessoais como a Alexa ou Google Home. O projecto é experimental e, sobretudo, uma demonstração de como podemos tornar mais privadas as nossas casas mesmo tendo estes assistentes por perto.

O Project Alias consiste num pequeno dispositivo que se junta ao home assistant impedindo a passagem de som permanente. Em vez disso, o dispositivo faz uma gestão autónoma de quando o som pode ou não passar, isto é, de quando o utilizador quer realmente interagir com o assistente pessoal.

Composto por uma peça impressa em 3d, um microfone próprio e um mini-computador Raspberry Pi, o Alias produz constantemente uma frequência conhecida como white noise “entretendo” assim o assistente e impedindo-o de escutar as conversas em seu redor. Só quando desbloqueado pelo seu utilizador através do telemóvel ou pela pronúncia da alcunha definida o Alias deixa o som passar.

via https://bjoernkarmann.dk/

O projecto foi premiado pela Comissão Europeia com o galardão STARTS, na categoria de Exploração Artística, e apesar de não ter uma versão comercial está ao acesso de qualquer um. O código fonte do software foi partilhado pelos seus criadores no GitHub e as restantes instruções, de impressão e montagem, no Instructables.

 

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
  • O Shifter é uma revista comunitária de pensamento interseccional. O Shifter é uma revista de reflexão e crítica sobre tecnologia, sociedade e cultura, criada em comunidade e apoiada por quem a lê.

Sugestões de Leitura

Estamos a criar uma revista de reflexão e crítica sobre tecnologia, sociedade e cultura.

Uma revista criada em comunidade e apoiada por quem a lê.

Queremos fazer do Shifter um espaço de publicação para pensamento colectivo e comunitário, aberto a sugestões e diálogos. Um ponto de encontro entre diferentes actores da sociedade, da academia ao activismo, da cultura à política.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt