A ConteXta que deu uma vida diferente a Benfica

Esperemos que venham daí mais ConteXtas; que se façam mais feiras como esta em Benfica, até porque iniciativas como esta ajudam a descentralizar Lisboa.
1 minuto

O ConteXta deu, durante este fim-de-semana, vida a Benfica e uma vida diferente da qual o bairro costuma ter. O ConteXta foi uma feira de livros, onde obras clássicas da literatura portuguesa e estrangeira se cruzaram com livros para activistas, libertários e anarquistas. Foi também uma mostra de arte, onde fotografias e ilustrações, posteres e zines, estiveram à venda ou apenas disponíveis para folhear.

O ConteXta foi um cruzamento de ideias e perspectivas diferentes, uma celebração da edição independente, isto é, de quem quer editar e não conta com a ajuda de um gigante. Foi um evento para ganharmos outras perspectivas sobre o nosso mundo, que tem de ser visitado de mente aberta e a salivar curiosidade. Esperemos que venham daí mais ConteXtas; que se façam mais feiras como esta em Benfica, até porque iniciativas como esta ajudam a descentralizar Lisboa.

Escrevemos este texto e publicamos estas fotografias porque participámos no ConteXta e porque este evento aconteceu à nossa porta. Este é um conteúdo que se enquadra na secção #CulturaShifter, onde pretendemos desvendar um pouco a vibe que compõe o Shifter.

Fotos de Mário Rui André/Shifter

Partilha nas redes sociais:

Sugestões de Leitura

Estamos a criar uma revista de reflexão e crítica sobre tecnologia, sociedade e cultura.

Uma revista criada em comunidade e apoiada por quem a lê.

Queremos fazer do Shifter um espaço de publicação para pensamento colectivo e comunitário, aberto a sugestões e diálogos. Um ponto de encontro entre diferentes actores da sociedade, da academia ao activismo, da cultura à política.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt