Bloqueado na China, Reddit recebe investimento chinês de 150 milhões

O Reddit no palco do Web Summit em 2018 (foto de Seb Daly via Web Summit/Flickr)

Bloqueado na China, Reddit recebe investimento chinês de 150 milhões

Reddit vai receber 150 milhões da chinesa Tencent, que já investiu no Snapchat e no Discord, por exemplo. Todos estes serviços estão bloqueados pela Grande Firewall da China, pela qual a Tencent é uma das responsáveis.

A China tem a Grande Muralha, uma edificação que outrora tinha o propósito de defender o país de invasões de povos nómadas do norte, como os mongóis. Mas a China tem também a Grande Firewall, uma barreira que bloqueia o acesso via internet a múltiplos sites estrangeiros. Os motivos da existência da Grande Firewall são tanto económicos como políticos – não só a China quer dar vantagem às plataformas e serviços domésticos, como pretender restringir o acesso dos internautas a conteúdos que não se alinhem pelos valores, desejos e intenções do regime.

O Reddit está, a par de outros serviços como o Facebook, o Twitter ou o Google Search, bloqueado pela Grande Firewall. Mas, pelos vistos, isso não impedirá de receber investimento de uma gigante chinesa, a Tencent Holdings Limited. São 150 milhões de dólares que a empresa liderada por Steve Huffman irá receber só desta multinacional e que se juntarão a outros 150 milhões, levantados numa ronda de investimento do tipo Series D. No total, o Reddit irá arrecadar 300 milhões de dólares, a uma valorização da firma norte-americana para 3 mil milhões de dólares.

O negócio entre o Reddit e a Tencent só foi confirmado esta segunda-feira, apesar de uma semana antes o site TechCrunch o ter avançado em detalhe. A contradição que essa relação entre as duas empresas levanta é tão evidente – o Reddit está bloqueado na China mas vai receber dinheiro de uma empresa chinesa chinesa – que os utilizadores do Reddit depressa começaram a “trollar” o Reddit no próprio Reddit.

Todavia, a contradição que o negócio destapa é bem maior. Segundo explica o Gizmodo, a Tencent não é só uma firma chinesa que investe dinheiro em plataformas de Sillicon Valley como o Reddit, o Snapchat e o Discord, todas elas bloqueadas na China; a Tencent tem mesmo um envolvimento importante na construção da Grande Firewall, juntamente com outras tecnológicas e através de uma relação próxima e pouco clara com o governo de Beijing.

“Acho que existe um mal-entendido generalizado sobre a forma como a censura funciona na China. Tendemos a pensar em Great Firewall como essa coisa enorme que o Estado construiu. Na realidade, são as empresas encarregadas de eliminar informações online desfavoráveis”, diz ao Gizmodo Adrian Shahbaz, director de investigação sobre tecnologia e democracia na Freedom House.

Se chegaste até ao fim, esta mensagem é para ti

Num ambiente mediático que, por vezes, é demasiado rápido e confuso, o Shifter é uma publicação diferente e que se atreve a ir mais devagar, incentivando a reflexões profundas sobre o mundo à nossa volta.

Contudo, manter uma projecto como este exige recursos significativos. E actualmente as subscrições cobrem apenas uma pequena parte dos custos. Portanto, se gostaste do artigo que acabaste de ler, considera subscrever.

Ajuda-nos a continuar a promover o pensamento crítico e a expandir horizontes. Subscreve o Shifter e contribui para uma visão mais ampla e informada do mundo.

Índice

  • Shifter

    O Shifter é uma revista comunitária de pensamento interseccional. O Shifter é uma revista de reflexão e crítica sobre tecnologia, sociedade e cultura, criada em comunidade e apoiada por quem a lê.

Subscreve a newsletter e acompanha o que publicamos.

Eu concordo com os Termos & Condições *

Apoia o jornalismo e a reflexão a partir de 2€ e ajuda-nos a manter livres de publicidade e paywall.

Preenche as informações abaixo para garantires a tua presença no Workshop sobre I.A. e podermos adequar os conteúdos ao público presente.

No decorrer desta atividade, poderão ser captadas imagens e som para divulgação pela CML, entidade parceira ou promotora, nos respetivos meios de comunicação, como redes sociais e sites institucionais.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt