Tira umas férias no inferno com os Flatbush Zombies

Larga essa playlist bem gostosa a indiciar o verão por momentos. Pára, perde uns minutos da tua vida e sente a obra dos Flatbush Zombies.

Flatbush Zombies álbum
Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

“What you gon’ do when them zombies come for you”. Os Flatbush Zombies estão finalmente de regresso. Após o sucesso do álbum de estreia, 3001: A Laced Odyssey, lançado em 2016, Meechy Darko, Zombie Juice e Erick Arc Elliott resolveram fazer uma “pausa”… para umas férias no Inferno. O trio proveniente de Brooklyn, começou por dar os primeiros passos em 2012, com a mixtape D.R.U.G.S., rapidamente alcançou o reconhecimento merecido com a mixtape Better Off Dead… por favor oiçam a p***  da discografia deles!

Encontrares-te contigo próprio é difícil entre tanta poluição sonora mas existem os headphones, e melhor que isso, os Flatbush Zombies. Larga por momentos essa playlist bem gostosa a indiciar o verão. Pára, perde uns minutos da tua vida e sente este disco. Porquê? Porque sentirás Biggie Smalls, Bone n Thugs, DMX, Eminem, Snoop Dogg, Rick Flair… (sim, também sentirás Rick Flair… woooow.)

Vacation in Hell é o seguimento perfeito do último disco do grupo. Tendo novamente uma homenagem como mote para o álbum, assumem-no num tom mais introspectivo. Não é necessariamente explicita, e muito menos uma bandeira do álbum mas acaba por ser perceptível a alusão às referências musicais do trio de Brooklyn. Porém é o distanciamento pela referência gratuita que torna os Flatbush Zombies liricamente — e não só — como um dos melhores grupos de rap da actualidade. O passado é a melhor ferramenta para compreender o presente e o preparar o futuro e os Zombies tem perfeita noção disso mesmo.

A faixa “Headstone” é o exemplo paradigmático. Jornalistas americanos que nunca vão ler isto, os bacanos já mataram a pergunta “Quais são as vossas referências?”. Estão lá todas, numa autentica aula de história do rap dada por professores cool — Um exercício do lírico deslumbrante, que já foi explicado pelos próprios em entrevista ao site RapGenius.

Quem acompanha os Flatbush Zombies desde a sua formação tem noção de como seria fácil assistir a uma consagração do grupo com meia dúzia de “Gucci Gang’s”, contudo raramente optam pelo caminho mais fácil, não fazendo da réplica da réplica o seu método de trabalho. O entusiasmo a cada lançamento do grupo e a expectativa de que podemos sentir a mesma frescura de um supa hit desta geração com uma mensagem e opinião fundamentada relativamente a algo é quase mágico… acalma-te coração de groupie.

No meio de um gap geracional, encontramos nos Flatbush Zombies o melhor dos dois mundos“Man fuck that (mumbles) that mumble rap”. Diversos tem sido os rappers  a mostrar desagrado pela ascensão do mumble rap ou até simplesmente pela preguiça criativa em torno do género, porém poucos são os que combatem o fenómeno com a mesma frescura e sonoridade entusiasmante, ao ponto de cativar e atrair os ouvintes mais jovens.

Vacation in Hell conta com as participações de A$AP Twelvyy, Joey Bada$$, Bun B, Jadakiss, Dave B., Nyck Caution, Denzel Curry e até mesmo do rock alternativo de Portugal. The Man. A produção – como não poderia deixar de ser – ficou mais uma vez, na sua maioria, a cargo de Erick The Architect.

A campanha de lançamento do álbum está qualquer coisa de especial.

Nos dias antecedentes ao seu lançamento, os Flatbush Zombies partilharam uma curta-metragem intitulada VACATION (The-Movie), com a participação especial de ASAP Twelvyy, John Leguizamo, Lin-Manuel Miranda e do veterano Ice-T. O cenário do vídeo é um pequeno restaurante em Brooklyn, onde o trio reflecte sobre como convencer as pessoas a ouvir o seu novo álbum, Vacation in Hell. O video incluí ainda excertos de videoclipes de músicas de Vacation in Hell, incluindo a faixa “Vacations” com a participação de Joey Bada$$. A curta foi realizada por Phillip T. Annand, do colectivo Madburry Club e spiritual advisor dos Flatbush Zombies.

Marcaram presença no talk show mais ácido da “televisão”.

E lançaram ainda um inspirador documentário, intitulado Building a Ladder.

Realizado por Ellington Hammond apresenta-se como uma retrospectiva pela carreira dos Flatbush Zombies, mas é igualmente recomendável para qualquer grupo de pessoas que ambicione trabalhar realmente em equipa.

Podes ouvir Vacation in Hell abaixo.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.