Soltem o cabelo e agarrem as guitarras: ‘Beavis & Butt-Head’ vai regressar à TV

O criador Mike Judge fechou um acordo com o canal de televisão Comedy Central para uma série de novos episódios inéditos, especiais e spinoffs de 'Beavis & Butt-Head'.
3 minutos de leitura
Post Author
  • A Rita Pinto é Editora-Chefe do Shifter. Estudou Jornalismo, Comunicação, Televisão e Cinema e está no Shifter desde o primeiro dia - passou pela SIC, pela Austrália, mas nunca se foi embora de verdade. Ajuda a pôr os pontos nos is e escreve sobre o mundo, sobretudo cultura e política.

“Senti que era uma boa altura para voltar a ser estúpido”, disse o criador da animação, Mike Judge, à publicação norte-americana The Hollywood Reporter, que avançou o regresso de Beavis & Butt-Head ao pequeno ecrã. A nova série terá duas temporadas, episódios especiais e spinoffs e será imitida no canal da ViacomCBS, Comedy Central.

A notícia chega numa altura em que o mundo vive um momento global de revival dos anos 90, estética e culturalmente. Beavis & Butt-Head foi um dos grandes sucessos de televisivos dessa época, um marco da MTV da década de 1990. A série nasceu da curta de animação de Judge, Frog Baseball, e é centrada nos seus dois protagonistas, Beavis e Butt-Head, uma dupla de adolescentes excêntricos, metaleiros e imaturos, e nos seus comentários idiotas mas bem-intencionados sobre vídeos de música e situações mundanas. A série original foi exibida na MTV entre 1993 e 1997, e na altura os personagens caricatos tornaram-se totens culturais da era da Geração X.

O sucesso televisivo de Beavis & Butt-Head também abriu o caminho para um longa-metragem de 1996, Beavis & Butt-Head Do America, e serviu de empurrão à carreia do seu criador, que se edificou como um influente escritor e produtor de comédia — Mike Judge ajudaria a criar a série animada da Fox King of the Hill e a comédia da HBO Silicon Valley, além de escrever e dirigir filmes como Office Space ou Idiocracy. Sabe-se ainda que a série inspirou Trey Parker e Matt Stone a criar South Park, por exemplo.

Os novos Beavis & Butt-Head – da Geração X para a Geração Z

De acordo com o artigo da The Hollywood Reporter, a “nova versão” da série de desenhos animados irá mergulhar no “mundo da Geração Z, focando-se em temas que acabarão por se relacionar tanto com os fãs antigos, como com as novas audiências. Judge será responsável pelo argumento, produção e pela dobragem de ambos os personagens desta nova série.

O olhar satírico de Judge sobre a Geração X tornou-se um autêntico fenómeno da cultura pop, com merchandising variado, das t-shirts, às bandas desenhadas ou videojogos, além do também icónico spinoff, Daria. Também Daria ganhou entretanto o seu próprio spinoff e vai voltar à televisão, também na Comedy Central. Jodie vai ser produzida pela MTV Studios e protagonizada pela actriz norte-americana Tracee Ellis Ross. Grace Edwards (Insecure) é a criadora e argumentista de Jodie, que se baseia na vida de Jodie Landon, amiga de Daria na Lawndale High, e a sua saída da faculdade para um mundo mais complicado.

A Comedy Central continua assim a aumentar as suas ofertas de animação, com Beavis & Butt-Head e Jodie a juntarem-se ao regresso da também veterana South Park. O canal também serve de casa para as repetições de séries de animação para adultos como BoJack HorsemanThe Cleveland Show ou King of the Hill. 

Para já, não há qualquer informação sobre a data exacta de estreia, ou da possibilidade de internacionalização da série através de outro canal televisivo ou plataformas de streaming.

Partilha nas redes sociais:
Post Author
  • A Rita Pinto é Editora-Chefe do Shifter. Estudou Jornalismo, Comunicação, Televisão e Cinema e está no Shifter desde o primeiro dia - passou pela SIC, pela Austrália, mas nunca se foi embora de verdade. Ajuda a pôr os pontos nos is e escreve sobre o mundo, sobretudo cultura e política.

Sugestões de Leitura

Estamos a criar uma revista de reflexão e crítica sobre tecnologia, sociedade e cultura.

Uma revista criada em comunidade e apoiada por quem a lê.

Queremos fazer do Shifter um espaço de publicação para pensamento colectivo e comunitário, aberto a sugestões e diálogos. Um ponto de encontro entre diferentes actores da sociedade, da academia ao activismo, da cultura à política.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt