Spotify começa 2020 com uma mudança nos podcasts: mais anúncios

Imagem via Spotify

Spotify começa 2020 com uma mudança nos podcasts: mais anúncios

O Spotify vê este mercado dos podcasts como mais lucrativo em relação ao streaming musical, que implica o pagamento a artistas e editoras.

Foi na Consumer Electronic Show (CES), em Las Vegas, que o Spotify anunciou mudanças na reprodução de podcasts; em 2020, a empresa sueca procura monetizar este tipo de conteúdo e anunciou a Streaming Ad Insertion (SAI), uma nova tecnologia para anúncios em podcasts do Spotify.

A novidade vem após um grande ano para empresa no universo dos podcasts, como reporta o The Verge. Para além de ter adquirido o Anchor (ferramentas de publicação) e a Gimlet Media (uma rede de podcasts), o Spotify assistiu a um aumento do número de uploads deste formato, e a popularidade do género entre ouvintes aumentou também a níveis significativos. A tecnologia Streaming Ad Insertion permitirá a introdução de anúncios mais relevantes nos podcasts, inseridos em tempo real e com base nas características do ouvinte (que tipo de dispositivo usam, onde vive, idade ou outras informações recolhidas pela plataforma) – uma estratégia que já é adoptada no streaming de músicas.

Esta novidade marca o fim dos anúncios tradicionais de podcasts e o início de uma nova era em que este tipo de conteúdo estará sobre o domínio do mercado de publicidade online já existente. Com a nova ferramenta do Spotify, os anúncios irão ser constantemente actualizados e renovados, o que implica também uma mudança na estrutura de podcasts. Os criadores, à semelhança do que acontece no YouTube, deverão adoptar estruturas que beneficiem a inserção de anúncios para que possam assim lucrar com com o conteúdo criado.

Imagem via Spotify

Os anúncios em podcasts no Spotify é um produto que ainda se encontra em fase de teste e será numa fase inicial apenas implementada em podcasts exclusivos criados pela tecnológica sueca. Para além disso, funcionará apenas online através de streaming porque implica uma conexão à internet, algo que não é possível se os utilizadores decidirem fazer download do podcast para ouvir offline. A empresa, contudo, garantiu não está preocupada com este “obstáculo”, porque afirma que os utilizadores que fazem download dos podcasts são uma minoria.

“O problema que estamos a resolver com os anúncios de podcast do Spotify está realmente do lado do anunciante – os anunciantes não têm ideia de como é que os anúncios estão a funcionar. Eles nem sabem se um anúncio que compram está ou não a ser consumido por um ouvinte”, disse Jay Richman, vice-presidente e director de negócios e plataforma de publicidade do Spotify durante a conferência em Las Vegas. A medida que visa competir com outras apps de podcasts como Apple e Google, numa altura em que os podcasts estão a crescer a “olhos vistos”.

O Spotify vê este mercado dos podcasts como mais lucrativo em relação ao streaming musical, que implica o pagamento a artistas e editoras – a empresa conta neste momento com um investimento significativo em podcasts originais, cujo único custo é a criação, mais barato e acessível do que no universo musical.

Se chegaste até ao fim, esta mensagem é para ti

Num ambiente mediático que, por vezes, é demasiado rápido e confuso, o Shifter é uma publicação diferente e que se atreve a ir mais devagar, incentivando a reflexões profundas sobre o mundo à nossa volta.

Contudo, manter uma projecto como este exige recursos significativos. E actualmente as subscrições cobrem apenas uma pequena parte dos custos. Portanto, se gostaste do artigo que acabaste de ler, considera subscrever.

Ajuda-nos a continuar a promover o pensamento crítico e a expandir horizontes. Subscreve o Shifter e contribui para uma visão mais ampla e informada do mundo.

Índice

  • Bernardo Pereira

    Licenciado em Comunicação Social na Universidade Católica Portuguesa e a tirar Mestrado em Internet e Novos Media, o Bernardo Pereira é atento ao mundo da informação. As suas paixões por escrever artigos e pelo mundo das Artes unem-se para nos dar regularmente opiniões e novidades fresquinhas sobre tudo o que se insere na nossa cultura. O seu interesse maior vai para a música, filmes e séries.

Subscreve a newsletter e acompanha o que publicamos.

Eu concordo com os Termos & Condições *

Apoia o jornalismo e a reflexão a partir de 2€ e ajuda-nos a manter livres de publicidade e paywall.

Preenche as informações abaixo para garantires a tua presença no Workshop sobre I.A. e podermos adequar os conteúdos ao público presente.

No decorrer desta atividade, poderão ser captadas imagens e som para divulgação pela CML, entidade parceira ou promotora, nos respetivos meios de comunicação, como redes sociais e sites institucionais.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt