Procurar

The Way Out: uma perspectiva da vida de muitos americanos que fica de fora dos filmes

The Way Out: uma perspectiva da vida de muitos americanos que fica de fora dos filmes

A democracia precisa de quem pare para pensar.

Num ambiente mediático demasiado rápido e confuso, onde a reação imediata marca a ordem dos dias, o Shifter é uma publicação diferente. Se gostas do que fazemos subscreve a partir de 2€ e contribui para que tanto tu como quem não pode fazê-lo tenha acesso a conteúdo de qualidade e profundidade.

O teu contributo faz toda a diferença. Sabe mais aqui.

Neste curto filme documental, com uma estética muito sóbria e uma imagem realista, que reforça a nota de veracidade de toda a história, Jasmin é a protagonista.

Daniel Soares já não é um nome estranho para o Shifter. Embora a distância entre artigos e a sua diferença possa não levar a associações imediatas ou que a saibas de memória de quem se trata, o seu trabalho criativo já valeu pelo menos dois artigos — uma campanha anti-febre do Pokémon Go e um mini-documentário em que contava uma emocionante e inspiradora história.

Desta vez, o trabalho a que fazemos referência é ainda mais simples e auto-explicativo mas nem por isso menos valioso.

The Way Out dá-nos em 5 minutos uma perspectiva da história de vida de muitos americanos que geralmente fica de fora dos filmes. Num curto filme documental, com uma estética muito sóbria e uma imagem realista, que reforça a nota de veracidade de toda a história, Jasmin é a protagonista. Mãe solteira, nascida na periferia de Chicago, Jasmin começa por contar como os estudos lhe permitiram subir na vida revelando o custo dessa subida.

É, de resto, essa a mensagem chave com que se fica desta curta, reforçada na descrição do video online — actualmente 44 milhões de americanos estão envolvidos num crédito do género, para pagar os seus estudos, devendo um total acumulado de 1,5 biliões de dólares.

A história de Jasmin tem um final feliz por se tornar conhecida, mas nem todas são assim e é sobre essa possibilidade que esta curta nos deixa a pensar.

Índice

  • Shifter

    O Shifter é uma revista comunitária de pensamento interseccional. O Shifter é uma revista de reflexão e crítica sobre tecnologia, sociedade e cultura, criada em comunidade e apoiada por quem a lê.

Apoia o jornalismo e a reflexão a partir de 2€ e ajuda-nos a manter livres de publicidade e paywall.