? Ativismo e jornalismo, há relação? – Conversas Impróprias #4

Vê ou revê aqui o quarto Conversas Impróprias.
1 minuto

Jornalismo e activismo podem conviver? Um jornalista pode ser activista? Para a quarta das Conversas Impróprias, um ciclo que resulta de uma parceria inédita entre o Shifter e o Gerador, colocámos estas e outras perguntas a jornalistas/activistas da Mídia Ninja, Bantumen e Jornal Mapa.

O Oliver Kornblihtt (Mídia Ninja), a Marisa Mendes Rodrigues (Bantumen) e o Francisco Colaço Pedro (Jornal Mapa) juntaram-se ao João Ribeiro (Shifter) para uma conversa a quatro sobre as contingências, o limites, e o equilíbrio entre o papel do jornalista e do ativista. Podes ver aqui:

A próxima edição das Conversas Impróprias estará a cargo do Gerador e vai acontecer no dia 21 de Novembro, sábado, às 11 horas. Revelaremos os detalhes desse encontro mais próximo da data, mas iremos falar sobre a formação em jornalismo em Portugal.

Junta-te ao nosso grupo de WhatsApp e subscreve aqui o nosso boletim para receberes as novidades das Conversas Impróprias por e-mail.

Partilha nas redes sociais:
  • O Shifter é uma revista comunitária de pensamento interseccional. O Shifter é uma revista de reflexão e crítica sobre tecnologia, sociedade e cultura, criada em comunidade e apoiada por quem a lê.

Sugestões de Leitura

Estamos a criar uma revista de reflexão e crítica sobre tecnologia, sociedade e cultura.

Uma revista criada em comunidade e apoiada por quem a lê.

Queremos fazer do Shifter um espaço de publicação para pensamento colectivo e comunitário, aberto a sugestões e diálogos. Um ponto de encontro entre diferentes actores da sociedade, da academia ao activismo, da cultura à política.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt