Intemporais

Designer redesenha logos famosos para tempos de pandemia

O resultado é caricato e engraçado mas as leituras que podemos fazer de alguns dos designs podem até espoletar uma reflexão ainda mais profunda — não fossem os logos das corporações uma importante componente do nosso património.

Acabei a minha série favorita… E agora?

Se és um espectador ávido de séries de televisão percebes o que quero dizer com “depressão pós-série”, sentimento que pode acompanhar-te durante semanas ou, nos piores casos, meses.

Como ser produtivo a trabalhar a partir de casa

Reunimos 6 dicas que podem fazer a diferença para que teus os dias de trabalho corram de uma forma mais tranquila, sem que caias na espiral das notícias nem chegues ao fim do dia a achar que não fizeste nada de jeito.

Como limpar e desinfectar o telemóvel

Em contexto de epidemia, mas também numa situação normal, a limpeza do telemóvel é importante para a saúde pública e para se evitar a propagação de doenças.

Mulheres que mudaram a Nutrição

As mulheres que no passado mudaram a nutrição, quer tenha sido por vocação ou por força das circunstâncias, permitiram que as mulheres de hoje possam continuar a fazê-lo.

O que faz falta é convencer a malta

Porque é que o avançado conhecimento que temos sobre causas de pobreza, doença e precariedade não é usado para proteger os cidadãos (todos nós, directa ou indirectamente) dessas mesmas consequências?

Ruído Social: a desinformação também é contagiosa

A pressa de informar primeiro, muitas vezes, desinforma. O desespero pela notícia em primeira mão ultrapassa o impulso da notícia completa e verdadeira, deixando o cenário à criatividade do público.

Como se nasce em Portugal?

Uma entrevista sobre partos, direitos das mulheres, condições do nascimento e mudanças sociais à volta destes temas.

Sentes que não estás segurx na noite? #AskForAngela

Iniciativa nasceu no Reino Unido com o intuito de diminuir os crimes de violência sexual. A ideia é que mulheres ou homens que se sintam vulneráveis possam chamar pela Angela para pedirem ajuda discretamente.

Indignação rima com desinformação e alternativa não

É preciso mudar o chip, sermos mais construtivos e menos reactivos. Criticar o que nos incomoda de um ponto de vista articulado e não embarcar em manifestações vãs de indignação espontânea.

Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt