Ensaios

Pandemia e Remediação Digital

Este texto constitui um excerto de A Torção dos Sentidos: Pandemia e Remediação Digital, de João Pedro Cachopo, que virá a lume pela Documenta no início de Dezembro de 2020.

Este site diz-te quão normal és

Recorrendo a algoritmos de reconhecimento facial, a experiência How Normal Am I diz-te o teu índice de beleza, a esperança média de vida e o teu grau de normalidade. Mas como funcionam estes algoritmos? São fiáveis?

Ítaca e a vida num poema

A propósito dos dias que passamos, em que a indefinição do amanhã nos empurra para uma sensação de uma vida em suspenso.

Uma democracia falhada

Os contrastes entre maiorias sociais e eleitorais não são a causa, mas apenas o sintoma mais visível de uma total falência do sistema político norte-americano.

Cruzeiro Seixas. Um homem num século

O difícil exercício de análise deste homem, assemelha-se ao mistério pictórico da sua obra, a que Natália Correia chamou uma vez de “réplica cintilante da revolução poética em causa”.

Nanni Moretti e o cinema à procura de sentidos

O cinema de Moretti, que conta com 14 longas metragens, quase tantas curtas e 3 documentários, parece-se com uma coleção de diários e papéis soltos que contam uma ou várias histórias consoante a interpretação que lhe damos.

A austeridade habitacional escondida

A inflação imobiliária, consequência direta de políticas de estado, é perceptível no dia-a-dia da população, mas não é visível no índice de preços do INE, indicador que funciona como bússola para aumentos salariais de uma parte significativa dos trabalhadores e pensionistas em Portugal.

Os (e)feitos do streaming: rendição e conquista

Acompanhando a tendência mundial, as plataformas de streaming (Netflix, HBO, Disney+, Amazon Prime Video) impõem-se, sem limites, e (quase) sem regulação, como uma realidade da qual não podemos fugir. Em paralelo, o tecido audiovisual português padece, e os restos mortais fertilizam o solo sobre o qual estes titãs tecnológicos crescem, desenfreadamente, num ciclo vicioso interminável.

Entrevistámos os responsáveis pela informação da Wikipédia em Portugal e as Wiki Editoras, um grupo informal de edição de Wikipédia, formado por mulheres e focado em visibilizar identidades sub-representadas no capítulo lusófono da plataforma, com espírito de missão e como uma forma de activismo.

Wikipédia e a procura pela perfeita representação

Entrevistámos dois dos membros da Wikimedia Portugal e as Wiki Editoras, um grupo informal de edição de Wikipédia, formado por mulheres e focado em visibilizar identidades sub-representadas no capítulo lusófono da plataforma, com espírito de missão e como uma forma de activismo.

Ilustração Proud Boys

Comprimido vermelho e polo às riscas: como se cria um fascista na América

Os Proud Boys são receptivos a todos os que reconheçam que os “homens não são o problema” e que, resumidamente, glorifiquem o papel do homem empreendedor, da mulher empregada doméstica, e da necessidade absoluta de law & order. “Stand back and stand by” foram as palavras que Donald Trump lhes dedicou no 1º debate das presidenciais de 2020, uma mensagem que foi entendida pelo grupo como um sinal de legitimidade dado pelo Presidente, depois da polémica passagem do grupo altamente armado em Portland.

Há muito mais acerca de um Bairro Social do que a sua vista 

Há muito mais acerca de um Bairro Social do que a sua vista 

Como alguém que viveu em grande proximidade a um bairro social, onde a vista também era um dos principais pontos fortes (é verdade, lá em Setúbal tanto o Viso como a Bela Vista estão em zonas altamente cénicas), senti que devia fazer uma listagem de todas as desvantagens vívidas que fui aprendendo a reconhecer num bairro do género, a partir da minha própria experiência pessoal.

O skate e o gozo da materialidade

A perda da materialidade e de capacidade de sermos sujeitos vão lado a lado num tempo em que o processo global nos interpreta, acima de tudo, como ruído.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt