Digital

Disco Elysium e o colectivo ZA/UM que conquistou o gaming mas acabou conquistado

Prémios, entrevistas, um estúdio em expansão… Os fãs celebravam a grande vitória da criatividade sobre a incessante repetitividade de franchises e o fetichismo do realismo, e os criadores agradeciam publicamente a Marx e Engels na recepção dos Video Game Awards. Mas, como diz a frase tornada célebre pelo antropólogo russo Alexei Yurchak, “tudo era para sempre, até não o ser mais.”

Fotografia de Inês Faria

Inês Faria: “No geral, parecia haver uma certa crença no poder correctivo da tecnologia blockchain”

Decidimos recorrer a uma dessas antropólogas, Inês Faria, para falar sobre o seu trabalho etnográfico em várias comunidades cripto. A Inês é autora de uma série de artigos onde se baseia em teorias de religião, mito, fé e ritual, para aumentar a nossa compreensão sobre o que faz com que as comunidades cripto funcionem e do papel que a blockchain desempenha.

A desintegração do espectáculo quotidiano

Talvez não tenhamos consciência, mas o nosso quotidiano é dominado pela constante exposição e criação de imagens, representações da realidade geralmente confinados a pequenos espetáculos em ecrãs, em forma de posts, tik toks, reels, pins, tweets, memes.

Como a Amazon quer “aspirar” mais um sector de mercado

A Amazon, empresa liderada por Jeff Bezos, um dos homens mais ricos do mundo, prepara-se para comprar a iRobot, empresa produtora dos famosos aspiradores Roomba, por um valor a rondar os 1,7 mil milhões de dólares. E, se à primeira vista é apenas mais um dia no escritório, com uma grande empresa da tecnologia a comprar outra bastante promissora, as particularidades do negócio merecem atenção.

Imagem Ilustrativa da Instapoetry

A Literatura possível nas redes sociais: entre Rupi Kaur e Caroline Calloway

A estrutura destes poemas apresenta-se adaptada aos constrangimentos impostos pelas suas configurações. Por esse motivo, é imperativo fazer a distinção entre o poeta que escreve para as redes e o poeta que instrumentaliza as redes sociais como um meio de divulgação, sem comprometer o resultado final do poema.

Homem a segurar num smartphone com um autocolante onde se lê "Social Media seriously harms your mental health"

As redes estão a deixar de ser sociais? 

As redes sociais tal como as conhecemos vão desaparecer? O TikTok está a levar a profundas alterações nas plataformas sociais de primeira geração, como o Facebook e o Instagram.

Por favor, não avalies o teu mérito com base nas métricas das tuas redes sociais

Uma sessão de notícias no telejornal revela-nos como acontecimentos digitais se tornam importantes na vida real, o ex-Presidente dos Estados Unidos da América mostrou o que é preferir o Twitter para se fazer chegar à população e imensa gente anda lá a perder tempo todos os dias. Ainda assim, não me parece que nada disso justifique que alguém se avalie a si próprio pelo seu sucesso no social-digital. 

Uma parte da imagem mais antiga e mais profunda do universo alguma vez tirada

Qual é o fascínio das imagens do telescópio Webb?

Como referiu uma das cientistas envolvidas neste projecto, Jane Rigby, “para o [telescópio] Webb não há céu vazio, para onde quer que olhe vê galáxias distantes”. E se essa é uma das grandes novidades deste telescópio, a nossa relação com a fotografia convencional pode dificultar a interpretação dos resultados. 

A Inteligência Artificial ainda tem muito para aprender

E se a verdade é que Inteligência Artificial tem realmente capacidades muito para além das nossas, não é menos verdade que ainda tem muito para aprender connosco. Quem a vai educar é a grande questão.

Sheryl Sandberg: a mulher forte do Facebook não irá para o metaverso

Sheryl Sandberg, a número 2 da Meta (ex-Facebook) e braço-direito de Zuckerberg, anunciou que vai deixar a liderança da empresa, mantendo-se apenas no conselho de administração. Sandberg tornou o Facebook lucrativo e foi a cara de muito do lobby que a empresa fez ao longo dos anos, assim como de inúmeros escândalos.

Internet em tempos de guerra: o fim do mundo hiper-conectado

Se a internet foi a responsável pelas grandes transformações das últimas décadas, o seu protagonismo nesta guerra não é menor. A amplitude das consequências, tal como no ordenamento geopolítico, ainda são por agora difíceis de prever, mas os passos dados até aqui mostram como nada é fruto do acaso.

Como rebentou outra bolha das criptomoedas

Entre 9 e 12 de Maio, o mercado das criptomoedas entrou em mais um momento de recessão. Para além das sentenças de que é a morte das cripto e das promessas de que é só um percalço rumo ao paraíso, explicamos-te o que aconteceu e como foram as principais reacções.

Não mas obrigado, Elon Musk

A proposta de Elon Musk para comprar a totalidade do Twitter gerou uma onda de reações altamente polarizadas. Mas importa aprofundar esta discussão – é isso 
que propomos fazer neste artigo.

“Que conselho daria a um outro humano em vias de digitalização?”

“How to become data and dissolve into tears”, projeto-piloto de digitalização ao vivo, é um espetáculo pensado para testar os limites da performance numa altura em que o digital é mais do que uma promessa, um universo de possibilidades, criado por João Estevens – artista associado à Rabbit Hole e investigador em ciência política.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt