destaque

A Inteligência Artificial ainda tem muito para aprender

E se a verdade é que Inteligência Artificial tem realmente capacidades muito para além das nossas, não é menos verdade que ainda tem muito para aprender connosco. Quem a vai educar é a grande questão.

Sheryl Sandberg: a mulher forte do Facebook não irá para o metaverso

Sheryl Sandberg, a número 2 da Meta (ex-Facebook) e braço-direito de Zuckerberg, anunciou que vai deixar a liderança da empresa, mantendo-se apenas no conselho de administração. Sandberg tornou o Facebook lucrativo e foi a cara de muito do lobby que a empresa fez ao longo dos anos, assim como de inúmeros escândalos.

Internet em tempos de guerra: o fim do mundo hiper-conectado

Se a internet foi a responsável pelas grandes transformações das últimas décadas, o seu protagonismo nesta guerra não é menor. A amplitude das consequências, tal como no ordenamento geopolítico, ainda são por agora difíceis de prever, mas os passos dados até aqui mostram como nada é fruto do acaso.

Como rebentou outra bolha das criptomoedas

Entre 9 e 12 de Maio, o mercado das criptomoedas entrou em mais um momento de recessão. Para além das sentenças de que é a morte das cripto e das promessas de que é só um percalço rumo ao paraíso, explicamos-te o que aconteceu e como foram as principais reacções.

Silvio Lorusso: “Não existe nenhuma atividade completamente não-produtiva”

Onde começa o trabalho e acaba o lazer? E o que ganhamos ou perdemos nesta difusão? Silvio Lorusso, artista, escritor e designer, doutorado em Ciências do Design, e com uma ligação recente a Portugal onde é vice-director do Center for Other Worlds da Universidade Lusófona de Lisboa, reflecte sobre tudo isto tendo como ponto de partida intersecção entre o tecnológico e social e a sua visão enquanto designer.

Ilustração/Républica de Airbnbs

Da Troika à República dos Airbnbs

No meio de um relativo vazio programático foram apresentados os habituais diagnósticos estruturais da nação. No entanto, estes chavões tendem a ser uma constante repetição dos desafios históricos da sociedade portuguesa, e acabam por dificultar o nosso entendimento das mudanças a acontecer debaixo dos nossos pés.

Não mas obrigado, Elon Musk

A proposta de Elon Musk para comprar a totalidade do Twitter gerou uma onda de reações altamente polarizadas. Mas importa aprofundar esta discussão – é isso 
que propomos fazer neste artigo.

A guerra não é tempo de literatura

“Mas isto também não significa que a literatura se desvanece completamente. É no momento extremo, no momento de tragédia, no momento de ameaça que a literatura provém dentro de nós, pois todas as histórias e livros que lemos explicam-nos o mundo em nosso redor.”

BTS, o seu ARMY e a reinvenção dos grupos de fãs no século XXI

Pensar em grupos de fãs, hoje, no universo pop, pressupõe olhar para os grupos com maior destaque nos Tops e Prémios a nível internacional, a sua presença em spots publicitários e, claro, nas manifestações que recebem dos seus fãs. E é aí que surge o ARMY, grupo de fãs do grupo de K-Pop BTS.

Tenho dores violentas e constantes

“Na consulta, mostrei a tomografia ao reumatologista, que me disse que o que aparece não é significativo para a sintomatologia que apresento. De seguida, tocou em vários pontos do meu corpo e, de acordo com o relatório que ele escreveu, apresentei dor em 15 dos 18 pontos, tenho fibromialgia. É assim que ainda se faz o diagnóstico desta síndrome.”

Petróleo na Amazónia, lodo nos tribunais: o caso de Steven Donziger

Steven Donziger enfrentou a Chevron no Equador e ganhou uma das maiores indemnizações por danos ambientais da história da humanidade. A gigante petrolífera recusou-se a pagar, e a recompensa de Donziger foi uma campanha judicial corporativa contra si. Esta é a história de um dos mais flagrantes exemplos de corrupção institucional por empresas poluidoras.

O regresso do inverno nuclear?

O “fim da história” foi anunciado no momento em que deixamos de ter bombas nucleares a pairar ameaçadoramente sobre as nossas cabeças. Quando parecia ter-se

O “terror” que nos governa

Tal como aconteceu na televisão por estes dias, antes de se questionar e escrutinar os comunicados policiais e os diagnósticos de especialistas, optou-se por mergulhar de cabeça nos cenários mais aterradores e só depois se foi desmantelando gradualmente, pela força dos factos, a densa teia de especulações e frases grandiloquentes.

“Que conselho daria a um outro humano em vias de digitalização?”

“How to become data and dissolve into tears”, projeto-piloto de digitalização ao vivo, é um espetáculo pensado para testar os limites da performance numa altura em que o digital é mais do que uma promessa, um universo de possibilidades, criado por João Estevens – artista associado à Rabbit Hole e investigador em ciência política.

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt