18.ª KINO: Mostra de Cinema de Expressão Alemã começa online amanhã

São 16 longas-metragens de expressão alemã, na sua maioria em estreia nacional, para ver sem sair de casa, de 21 a 27 de janeiro, em filmin.pt.
3 minutos de leitura
Imagem do filme Berlin Alexanderplatz. © Stephanie Kulbach

É já a partir de amanhã que, pela primeira vez, e dadas as circunstâncias, a KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã, apresenta integralmente a sua programação online na plataforma de streaming Filmin. São 16 longas-metragens, na sua maioria em estreia nacional, para ver sem sair de casa, de 21 a 27 de janeiro. A mostra promovida pelo Goethe-Institut Portugal, em colaboração com as embaixadas dos países participantes, dá a conhecer produções cinematográficas da Alemanha, Áustria, Suíça e Luxemburgo divididas em três secções que reúnem ficções e documentários.

A abertura está marcada para as 21h00 com o filme Berlin Alexanderplatz, de Burhan Qurbani, protagonizado pelo actor e realizador luso-guineense Welket Bungué. Na secção Visões, destaque ainda para Schwesterlein (Irmãzinha) que une uma dupla de luxo na representação, Flatland (Planuras), uma (há muito devida) apropriação feminista do género western e a comédia negra Glück gehabt (Golpe de sorte).

Toda a programação da KINO aborda o conceito de “pertença” (em alemão, Heimat ou Zugehörigkeit), de identidade, muitas vezes de autodescoberta. Na secção Perspectivas encontram-se filmes como Kokon (Casulo), que acompanha as descobertas de uma jovem de 14 anos, Neubau (Lar doce lar), um Heimatfilm de 2020 ou Rival, que dá a conhecer uma criança encurralada num mundo de adultos.

Nesta edição, a KINO dedica uma secção especial aos filmes documentais. Na secção Realidades, a sugestão para o primeiro fim-de-semana da Mostra inclui filmes como Becoming Black, que trabalha a ideia de origem em contraste com a atribuição de uma identidade pelos outros e por si próprio e Deutschlandreise – Ein Roadmovie zwischen Gestern und Heute (Viagem pela Alemanha – um road movie entre ontem e hoje), uma viagem iniciática pela Alemanha de leste depois da queda do muro e as suas reminiscências na atualidade, em busca de respostas para o alarmante crescimento da extrema-direita populista a que se assiste na Europa.

A programação completa da KINO, bem como todas as informações necessárias já se encontram disponíveis no site do Goethe-Institut Portugal. Em Filmin.pt podem ser adquiridos acessos individuais para cada filme ou uma subscrição mensal para assistir à Mostra completa. Os assinantes da plataforma têm acesso a todos os conteúdos da KINO.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Shifter depende de ti 

O Shifter faz jornalismo com as pessoas que dele querem fazer parte. Estamos a criar um espaço de publicação para pensamento colectivo e comunitário, aberto a sugestões e diálogos. Procuramos estabelecer pontes entre diferentes actores da sociedade, da academia ao activismo, da cultura à política.

Se puderes apoiar-nos nesta missão, subscreve a partir de 2€ por mês ou faz um donativo único:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt