Aqui podes ouvir a floresta ameaçada para nos lembrarmos de a preservar

Fragments Of Extinction é uma biblioteca sonora dos ecossistemas mais antigos e diversos do planeta. Um trabalho de uma equipa coordenada pelo artista sonoro e investigador italiano David Monacchi.

Uma equipa coordenada pelo artista sonoro e investigador italiano David Monacchi viajou pelas maiores áreas remanescentes de floresta primária próximas à linha do Equador, captou os sons desses ecossistemas e construiu uma biblioteca online que procura sensibilizar o público para a biodiversidade ameaçada pelas alterações climáticas e não só.

O projecto, intitulado Fragments Of Extinction, consistiu na captação durante 24 horas da paisagem sonora de diferentes habitats dessas florestas, considerados os ecossistemas mais antigos e diversos do planeta.

Porquê durante 24 horas? Porque representa o ciclo circadiano, isto é, o ciclo biológico pelo qual se regem quase todos os seres vivos e que é influenciado principalmente pela variação de luz, temperatura, marés e ventos entre o dia e a noite.

No Fragments Of Extinction, é possível ouvir os sons de diferentes habitats da ilha asiática de Bornéu, do continente africano e da Amazónia, numa viagem pelo património verde e vivo que é preciso preservar. O site apresenta também a história de cada expedição que a equipa de David Monacchi fez para a captação sonora, ilustradas com fotografias.

Monacchi e os seus colegas gravaram a floresta numa lógica tridimensional, registando os sons provenientes de todas as direcções – de cima (onde estão os pássaros e macacos) e de baixo (lugar dos anfíbios e insectos). Os sons revelam, assim, a complexidade da rede de comunicação entre espécies diferentes e indivíduos da mesma espécie nestes ecossistemas.

Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt