Estes são os primeiros 7 nomes do Milhões de Festa 2018

Já há nomes para o Milhões: Os Tubarões, Gazelle Twin e The Mauskovic Dance Band passam por Barcelos em Setembro.

Milhões de Festa

São já conhecidos os nove primeiros nomes que vão compor o cartaz do festival de Barcelos. Do reencontro com os referenciais, icónicos e alegres Os Tubarões, aos novos discos de Gazelle Twin e The Mauskovic Dance Band, passando pelas estreias de Warmduscher, Kink Gong e Tajak, o Milhões volta a desenhar a estabelecer paragens diversas na música contemporânea rumo à criação de novas tradições. As vozes nacionais ficam representadas, neste primeiro anúncio, por Gonçalo no meio de uma lista que deixa adivinhar o ecletismo como trunfo do festival.

É já longa a história d’Os Tubarões com Portugal. Liderados pelo incontornável Ildo Lobo (vocalista da banda até à sua morte em 2014) cabe-lhes um lugar histórico na luta pela independência do arquipélago entre 1974 a 1994. Em quase cinco décadas de existência lançaram oito discos que continuam a marcar toda a música que se faz com raiz na morna, coladeira e funaná. No ano em que anunciaram a edição de um novo disco, ainda sem data de edição, voltam a Portugal para provar porque são uma das mais inter-geracionais bandas africanas e a companhia perfeita para uma dança mexida e um momento de alegria.

É disfarçada de Gazelle Twin que Elizabeth Bernholz, produtora, compositora, performer, nos introduz à forma distópica com que analisa a realidade que a rodeia. Foi assim em Unflesh e Kingdom Come, discos em que dissecou temas como a puberdade, identidade de género e as linhas de contaminação entre o consumismo e o fascismo, e assim se espera com Twin Pastoral, a ser antecipado no concerto de Barcelos. Com data de lançamento para o final do mês de Setembro, o novo disco olha a Inglaterra contemporânea aparentemente imersa num novo período de obscurantismo.

O “império” dos Fat White Family dá sinais de expansão até ao infinito e invade o recinto do Milhões. Ao lado de Insecure Men ou The Moonlandingz, Warmduscher são os filhos mais novos da “Família” que virão até ao milhões. Composta por The Saulcano, Mr Salt Fingers Lovecraft e vários ex-membros dos FWF, o colectivo parece seguir as imposições genéticas das sua ascendência: pegar num género de música tradicional e fazerem tudo o que está ao seu alcance para o destruir.

O lote inicial de confirmações fica fechado com a festa sul-americana dos The Mauskovic Dance Band, as explorações e experiências de Kink Gong por entre material sonoro de minorias culturais e étnicas, as texturas orgânicas de Gonçalo e os cruzamentos até ao limite do rock psicadélico dos Tajak, de passagem por Portugal. Mais nomes serão anunciados nas próximas semanas.

Sob o mote “a tradição já não é o que era”, o Milhões de Festa regressa à cidade minhota entre 6 e 9 de Setembro com a promessa de se reinventar, de dar descobrir novos espaços para o encontro com a cidade e a experiência da música ao vivo e continuar a diferenciar-se na forma de programar um festival. A tradição pode não ser a mesma, mas a avaliar pela qualidade destas primeiras confirmações a qualidade do cartaz vai manter-se, assim como uma aposta clara em sons diversificados em proveniência e género. Do vibrante funana d’Os Tubarões à electrónica hipnotizante de Gazelle Twin o contraste não podia ser mais promissor e digno de criar tradição.