Nigéria entra a ganhar no Mundial dos equipamentos

Inspirado no equipamento utilizado no Mundial de 1994, realizado nos Estados Unidos, competição onde as Super Águias alcançaram a sua melhor classificação de sempre.

Imagem: Nike

Em contagem decrescente para o pontapé de saída do Campeonato do Mundo 2018, ultimam-se os preparativos, jogam-se os últimos amigáveis, apresentam-se as convocatórias e os bem ditos equipamentos. A Nigéria, à partida, não é favorita a ganhar a competição mas para já parece a primeira grande vencedora deste Mundial. A razão? Os equipamentos oficiais da seleção nacional nigeriana, que estão a fazer furor por todo o mundo.

Inspirado no equipamento utilizado no Mundial de 1994, realizado nos Estados Unidos, competição onde as Super Águias alcançaram a sua melhor classificação de sempre – oitavos de final – tem vindo a superado todas as expetativas a nível de vendas e de mediatismo.

A Nike, também responsável pelo equipamento da seleção nacional portuguesa, ainda antes do lançamento oficial já registava três milhões de pré-encomendas. Disponível desde o dia 1 de junho, o equipamento esgotou em poucos minutos em diversas lojas físicas da Nike mas também online. Por exemplo, em Londres, a procura superou em larga escala a oferta, originando longas filas em torno do mais recente fenómeno do Campeonato do Mundo.

 

Imagem: Nike

De acordo com a imprensa britânica as encomendas vêm principalmente de emigrantes nigerianos mas também de diversos entusiastas, impressionados com o design arrojado e disruptivo dos equipamentos. O fenómeno ultrapassou as fronteiras da nacionalidade, alcançado um estatuto que o transformará em mais um motivo para apoiar a seleção nigeriana, a pelo menos, repetir o feito de 1994. A camisola tem um custo de 75€.

Imagem: Nike

A Nigéria faz parte do Grupo D do Campeonato do Mundo de Futebol 2018, juntamente com a Argentina, Islândia e Croácia. A estreia da Nigéria está marcada para dia 16 de junho contra a seleção croata.

Imagem: Nike