Fogos.pt e TPP numa maratona de código aberto e tu estás convidado

O Global Sprint 2018 da Mozilla vai estender-se a Lisboa. Será uma maratona de código aberto. João Pina, autor do projecto Fogos.pt, e o André Glatzl, que está à frente do TPP, iniciativa para unificar os transportes públicos portugueses numa única app, serão alguns dos participantes.

Na próxima quinta e sexta-feira, o João Pina, autor do projecto Fogos.pt, e o André Glatzl, que está à frente do TPP, iniciativa para unificar os transportes públicos portugueses numa única app, vão juntar-se a uma comunidade de outros programadores numa maratona de código em Lisboa e que se replicará noutros locais do mundo com a chancela da Mozilla, autora do Firefox.

Qualquer pessoa – programador, cientista, designer, tradutor… – pode juntar-se ao João e ao André neste Global Sprint 2018 da Mozilla, que em Lisboa terá lugar na Bright Pixel. Mesmo à distância, é possível contribuir para o que João e André pretendem desenvolver nos dias 10 e 11 de Maio.

Do lado do João, o principal trabalho será continuar a criar a nova versão do Fogos.pt, o site que, em tempo real, mostra os incêndios activos em Portugal, tornando a informação disponibilizada pela Protecção Civil mais simples de se perceber e mais acessível.

A nova versão do Fogos.pt será visualmente mais apelativa e estará disponível em código aberto

Os incêndios em código aberto

Quem tiver curiosidade, pode espreitar a nova versão do Fogos.pt aqui e espreitar o directório no GitHub onde o projecto está a ser partilhado – sim, porque um dos objectivos do João nestes dois dias e daqui adiante é também disponibilizar o Fogos.pt em código aberto para que qualquer pessoa possa contribuir para o projecto.

“Isto já não é um projecto ‘meu’, é um projecto de todos”, explica o programador ao Shifter via chat. “E todos podem e devem contribuir para tornar o Fogos.pt em algo verdadeiramente útil e de acordo com as necessidades comum!”

João Pina diz que, além do novo site existirão novas aplicações para iOS e Android e que a melhoria do design é uma das preocupações. “Neste sprint, queremos finalizar a primeira versão da nova versão do site do Fogos.pt”, confessa, confiante.

Unir os transportes públicos

Quem também alinha nesta filosofia de código aberto é André Glatzl, que, ao ver que não existia uma app que reunisse todos os transportes públicos em Portugal, permitindo ao utilizador escolher um ponto de partida e um de destino a uma escala nacional para obter uma rota, decidiu começar uma. Sozinho, depressa encontrou apoio na comunidade do Reddit e na do Shifter; e o TPP (sigla para Transportes Públicos de Portugal) começou a ganhar forma.

O seu projecto, diz, já foi listado no directório Mozilla Pulse, que se destina a destacar ideias que podem contribuir para uma “internet saudável”. O TPP pode ser encontrado igualmente no GitHub e qualquer pessoa pode juntar-se através da comunidade no Slack. O TPP tem morada oficial em tpp.pt, mas em tpp.pt/explorador é possível explorar todos os dados já agregados na plataforma, incluindo os operadores de transporte, as paragens e as rotas disponíveis.

No “Explorador” do TPP podes consultar, de forma muito visual, a base de dados já criada comunitariamente

Os projectos Fogos.pt e TPP foram convidados por Rute Correia, que integra a comunidade de voluntários da Mozilla, responsável por dinamizar o Global Sprint 2018. “É um evento global, mas de organização mais ou menos descentralizada: qualquer projecto de código aberto (mesmo sem ser software) podia inscrever-se e qualquer pessoa com uma ligação à internet pode participar”, explica ao Shifter, também via chat. “Eu estou como project coach. Basicamente, sou uma figura de apoio: ajudo projectos a prepararem-se para o evento.”

Para participares ou saberes mais sobre o Global Sprint 2018 da Mozilla em Lisboa segue este link.