Avicii morre aos 28 anos

DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira. Não foram dados muitos pormenores sobre a causa e o contexto.

Tinha apenas 28 anos. Avicii, DJ e produtor sueco, morreu esta sexta-feira, 20 de Abril, conforme foi anunciado pela sua agente. Tim Bergling, nome de baptismo, tinha anunciado uma pausa na sua carreira no ano passado, depois de um primeiro momento  em que se afastara dos palcos.

“É com profunda tristeza que anunciamos a morte de Tim Bergling, também conhecido por Avicii”, refere a agente de Avicii, Diana Baron, em comunicado. “Foi encontrado morto em Muscat, Oman, esta sexta-feira à tarde, hora local. A família está desvastada e pedimos a todos respeito pela sua privacidade nesta fase complicada. Não vão ser dados mais esclarecimentos.”

Uma carreira curta

Tim Bergling começou a partilhar as suas primeiras músicas no final dos anos 2000, tendo, em 2011, conseguido uma notoriedade considerável com “Levels”, que se tornou um sucesso não só na Suécia mas por todo o mundo. A música chegou aos tops da Billboard e valeu-lhe um Grammy. Já em 2012 colaborou com David Guetta em “Sunshine”, faixa que resultou noutra nomeação para os Grammys.

True, o seu primeiro disco, foi lançado em 2013, com “Wake Me Up!”, faixa feita a meias com Aloe Blacc, reunindo sonoridades country, folk e EDM, e que se tornou outro sucesso tremendo.

Avicii deixou de dar concertos em 2016, justificando razões de saúde, tendo, antes disso tocado em Portugal no Rock In Rio Lisboa. O músico sofria de pancreatite aguda, causada parcialmente pelo consumo excessivo de álcool. Teve a sua vesícula biliar e o apêndice removidos em 2014. No ano passado, tinha colocado uma pausa na carreira.