Libreflix: ficção e documentários à borla, em streaming e 100% legal

Plataforma de streaming foi criada por um defensor da cultura livre brasileiro.

Documentários, filmes, curtas, séries, clássicos, nacionais e kids. Estas são as opções do menu do Libreflix e mostram a variedade de conteúdos que este site apresenta – todos gratuitos, em streaming e sem ilegalidades. O espaço foi criado por um defensor da cultura livre brasileiro.

Inspirando-se no nome e design do Netflix, Guilmour Rossi fez nascer o Libreflix – uma plataforma de streaming aberta e colaborativa que reúne produções audiovisuais independentes, de livre exibição e que fazem pensar na forma como consumimos e nos conteúdos que escolhemos actualmente.

“Nós defendemos novas formas de partilha da cultura. Formas que atinjam todas as pessoas, principalmente as que não podem pagar por ela. Formas que liguem os artistas directamente aos fãs. E até formas que permitam que artistas criem algo novo a partir do trabalho de outros artistas. Cultura é ciência, é poesia e é de todos”, pode ler-se na apresentação do projecto.

Para ver os conteúdos disponíveis no Libreflix não é preciso conta, mas podes criar uma caso queiras. Longas e curtas-metragens de ficção, séries e documentários são alguns dos conteúdos que podes encontrar neste site, de forma livre e sem restricção de direitos de autor. O Libreflix pretende ser uma plataforma colaborativa, pelo que qualquer criador pode submeter os seus conteúdos (para isso é que é preciso uma conta).

Entre os conteúdos disponíveis, podes encontrar o documentário Freenet (2016), uma reflexão sobre a World Wide Web efectivamente gratuita, o reconhecido filme Home (2009) sobre o Planeta Terra, a série brasileira 3% (2011) antes de ser rescrita pelo Netflix, ou ainda Human (2015), documentário que já passou na RTP e que explora as diferentes dimensões da Humanidade.

Disponível no browser (é recomendado o Firefox ou o Chrome), o Libreflix tem também apps para Android e computadores Windows. O projecto está inteiramente disponível em código aberto, convidando a comunidade a colaborar no desenvolvimento de novas funcionalidades e na implementação de novas ideias. Podes ainda juntar-te ao grupo e ao canal do Libreflix no Telegram.

O Libreflix foi inicialmente criado pelo estudante e hacktivista Guilmour Rossi, e agora é mantido por um grupo de programadores voluntários, como Kassiano Resende, autor da aplicação para Android, ou Matheus Mesquita, que fez inúmeras contribuições na vertente de desenvolvimento.