“Humanos são subvalorizados” diz humano sobrevalorizado, Elon Musk

A produção do Model 3 da Tesla atrasou entre 6 e 9 meses mesmo para quem fez a pré-compra e o problema... são os robots.

Não é muito habitual vermos Elon Musk a valorizar os humanos daí que se fale deste momento em que o sul africano parece mudar ligeiramente o seu discurso. Se até agora parecia associar sempre um certo tédio às falhas humanas, parece nos últimos tempos ter aprendido uma lição e estar a alterar o seu discurso e, possivelmente, a sua estratégia.

Numa entrevista ao canal CBS sobre a produção do Model 3 da Tesla, o empresário admitiu que a sua empresa estava a depender demasiado de robots durante o processo de montagem, algo que agora vê como um erro.

Um dos pontos da resposta de Musk, mais tarde repetido num tweet, é que “os humanos são subvalorizados”.

Os comentários de Musk e a entrevista sobre a produção deste modelo surgem por a empresa norte americana estar a produzir muito menos automóveis do que seria previsto. Musk admitiu assim que uma das causas pode ser a super-dependência de robots, anunciando que deve contratar mais mão de obra humana para os próximos meses.

A produção do Model 3 da Tesla atrasou entre 6 e 9 meses mesmo para quem fez a pré-compra; Musk garante que já houve alguns cancelamentos mas lembrou que 3 desses meses já passaram, mostrando-se confiante quanto à possibilidade dos seus potenciais consumidores esperarem mais uns meses pelo novo modelo eléctrico.

O caso, apesar de não estar a ter o tratamento mediático que outros momentos das empresas de Musk, tem uma importância relativa confirmando as piores expectativas sobre a capacidade de produção industrial e em massa de Elon Musk. De resto, a falha, já fez o preço das acções da marca descer de 340$ até 252$.

A tomada de consciência de Musk pode ter chegado no momento certo; deve seguir-se agora a contratação de mais trabalhadores para substituir os robots em funcionamento em alguns sectores, algo que se espera que possa vir a acelerar os ritmos de produção do esperado carro da tecnológica.