7 canais de YouTube que te dão liberdade para aprender e pensar

Sugestões que podem preencher o teu YouTube.

O YouTube é um mar de conteúdos – disponíveis gratuitamente. Há de tudo: vlogs, análises de telemóveis e de outros equipamentos tecnológicos, transmissões de videojogos, boletins informativos das mais variada espécies, vídeos simplesmente parvos e também conteúdos educativos de excelência. É sobre estes últimos que te falamos agora.

Queremos apresentar-te um conjunto de canais de YouTube que te dão liberdade para aprender e pensar sobre temáticas que podem ajudar a compreender melhor o mundo e a tua pessoa, melhorando, no final do dia, o teu bem-estar e vivência social.

1 – Freedom in Thought

Um jovem canadiano de 23 anos, chamado Justin Deol, decidiu começar um projecto no YouTube intitulado Freedom in Thought. A ideia é “tornar ideias das ciências sociais e humanas mais acessíveis”. Nos vídeos animados que vai partilhando regularmente (e que são acompanhados de pequenas dissertações no seu blogue), pergunta porque é que obedecemos à autoridade, detalha métodos de persuasão, explica como é as pessoas poderosas pensam ou dá dicas de como estudar de forma mais eficiente. Justin é activo também no Instagram e Twitter.

2 – The Nerdwriter

The Nerdwriter – ou, em bom português, o “escritor-cromo” – é um escritor de vídeos, que todas as semanas publica ensaios sobre temas variadíssimos, desde o que são dark partterns, filmes que influenciaram o popular Call Me By Your Name, porque é a Samsung precisa da Apple ou como é que Trump responde a uma pergunta. Há de tudo e o mestre-pensador por detrás de tudo isso é Evan Puschak, um norte-americano de Filadélfia que arrancou o projecto em 2011 e que na plataforma Patreon procura financiamento da comunidade para o mesmo.

3 – 3Blue1Brown

Grant Sanderson adora matemática. Estudou matemática na Universidade de Standford, queria envergar pela área de engenharia de software ou de ciência de dados, e hoje faz vídeos sobre matemática, mostrando que esta não é uma ciência aborrecida. No seu canal de YouTube, 3Blue1Brown, que é acompanhado por um blogue, Graant explica questões matemáticas de uma forma mais apelativa, através de animações e de perspectivas diferentes daquelas a que estarás certamente habituado na escola. Para criar as animações que podes ver nos vídeos, Graant recorre a uma linguagem de programação bem conhecida, o Python.

4 – Kurzgesagt: In a Nutshell

Falam de ciência – desde o que são buracos negros a o que causa a nossa adição a drogas –, mas também de questões que marcam a nossa sociedade – como a crise de refugiados, quais os limites da Humanidade, o que é a Guerra do Iraque e o ISIS, como é que o Facebook rouba milhões de visualizações, etc… Kurzgesagt: In a Nutshell é um canal de YouTube que nasceu pela mão de Philipp Dettmer, em 2013, e que hoje é feito por uma equipa de designers, jornalistas e músicos, a partir de Munique. No Patreon, procuram o apoio da comunidade.

5 – The School of Life

The School of Life é a escola da vida, que te ensina a viver melhor. O seu conteúdo, disponibilizado gratuitamente no YouTube e complementado com outras iniciativas, muitas delas offline, é pensado para fortalecer o teu bem-estar emocional através de discussões psicológicas, filosóficas e culturais que muitas vezes passam pela nossa cabeça sem sabermos. Como é que as relações sociais podem funcionar? Qual é o significado do trabalho? O que está de errado com o capitalismo? Como podemos encontrar a calma? Como não ser aborrecido para os outros? Este canal está cheio de lições… de vida e… para a vida.

6 – Vox

A Vox é de todos estes canais aquele que mais se dissocia de uma pessoa ou de um propósito específico. O seu canal de YouTube serve de complemento ao trabalho jornalístico que é publicado diariamente em vox.com, onde, mais que relatar a actualidade, se procura explicá-la. Essa génese explicativa existe também no YouTube, que decidimos incluir nesta lista por ter uma dinâmica muito própria. São muitos os conteúdos educativos e informativos que encontras no canal da Vox, alguns deles organizados em séries. Uma dessas séries, Vox Borders, analisa as fronteira humanas (e desumanas) do mundo e vai regressar para uma 2ª temporada.

7 – Veritasium

Derek Muller é a cara e o autor de Veritasium, o canal de YouTube que começou em 2011 para falar de ciência, explicar ciência e mostrar ciência. O nome é inventado – aliás, segundo Derek, Veritasium é o “elemento da verdade”. O canal apresenta diferentes experiências e entrevistas relacionadas com ciência, mas este não é o único tópico abordado. Veritasium pode falar de “qualquer coisa” que Derek ache interessante e esse foi o caso, por exemplo, de um vídeo que denuncia um fraude no sistema publicitário do Facebook.