Stephen Hawking morreu, recordamo-lo em 10 frases intemporais

O físico britânico morreu esta madrugada mas deixa um legado muito maior que os seus 76 anos de vida.

Stephen Hawking Físico

“O nosso pai foi um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado viverão por muitos anos”. Foi assim que os três filhos do físico britânico, Stephen Hawking, anunciaram a sua morte, na madrugada de dia 14 de Março, aos 76 anos.

Stephen Hawking era portador de esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença rara, degenerativa, que paralisa os músculos do corpo, detectada quando o físico tinha 21 anos. Há muitos anos paralisado, restringido a uma cadeira de rodas, o cientista passou a maior parte da vida a comunicar por um computador. A evolução foi acompanhando o mestre, e tal como o seu pensamento sempre à frente do tempo, a sua doença foi sendo apoiada pelas mais recentes inovações tecnológicas, que foram permitindo a continuidade da sua comunicação e dos seus estudos. Em 2013, por exemplo, perdeu os movimentos faciais e nessa altura a Intel desenvolveu especialmente para si uma tecnologia que lhe permitia comunicar através do movimento dos olhos.

Fintou os piores prognósticos que davam apenas 2 anos de vida e resistiu até aos 76. Com 74, disse numa entrevista à BBC que viveu mais tempo do que esperava, mais do que a ciência previu. “Sentir-me-ia condenado se morresse sem antes desvendar mais e mais do universo. Se não tivesse mais o que contribuir, suicidar-me-ia”. 

O seu raciocínio continuou intacto e a fabricar alguns dos maiores feitos na investigação. O cientista que revolucionou o estudo dos buracos negros e nos deu novas perspectivas sobre a origem do Universo era um dos nomes da Física mais reconhecidos pelo grande público. Viu a sua vida retratada em vários filmes, as suas ideias publicadas em vários livros e bateu recordes até há bem pouco tempo.

Nasceu a 8 de Janeiro de 1942 em Inglaterra, 300 anos depois da morte de Galileu, como gostava de lembrar – talvez um prenúncio do caminho que viria a trilhar na ciência, e morreu a 14 de Março deste ano – no dia do nascimento de Albert Einstein, que é também o dia do Pi (3,14). Formou-se em Física na Universidade de Oxford, doutorou-se em Cambridge onde deu aulas.

O seu objectivo era “simples”. Queria “um entendimento completo do Universo, da razão pela qual existe e pela qual existe sequer”. Destacou-se pelo seu trabalho na astrofísica, bem como pela divulgação científica, sendo autor do bestseller Uma Breve História do Tempo: do Big Bang aos Buracos Negros. Escrevia com “humildade e humor”, como se lê no seu site.

Não punha de parte a possibilidade de o fim do mundo ocorrer de um cataclismo que viesse “mais tarde ou mais cedo” limpar a humanidade da face da Terra, e defendia por isso a descoberta espacial o quanto antes.

Com base nos teoremas do cientista britânico, chegou-se à radiação de Hawking. Foi essa a ideia que o tornou famoso: afinal, os buracos negros não se limitam a “engolir” tudo, apesar da sua densidade e emitem uma radiação, conforme se vão evaporando até se tornarem em nada, sem que se saiba muito bem para onde vai toda a luz e matéria “engolidas”. Em 2002, Stephen Hawking disse que queria que a fórmula da entropia dos buracos negros fosse gravada na sua lápide.

Pela sua história e intelecto, Stephen Hawking é o cientista contemporâneo que se elevou a celebridade, participando mesmo em diversas séries televisivas como Os Simpsons ou A Teoria do Big Bang. Em 2014, a sua vida foi adaptada ao cinema em A Teoria de Tudo, filme que valeu um Óscar de Melhor Actor a Eddie Redmayne.

Em baixo, lembramos 10 das citações mais inspiradoras, do homem que nunca deixou de se indagar sobre a origem do Universo e ao mesmo tempo que desafiava o que sabíamos sobre o Cosmos, ao combinar a Teoria da Relatividade de Einstein com a quântica – tanto junto das academias como do público –, desafiou os próprios limites da vida humana.

10 frases intemporais de Stephen Hawking

Intelligence is the ability to adapt to change.

Work gives you meaning and purpose and life is empty without it.

Life would be tragic if it weren’t funny.

People who boast about their I.Q. are loosers.

However difficult life may seem, there is always something you can do and succeed at.

I’m not afraid of death, but I’m in no hurry to die, i have so much I want to do first.

There is no such thing as a standard or run-of-the-mill human being.

The past, like the future, is indefinite and exists only as a spectrum of possibilities.

Without imperfection, neither you nor I would exist.

I believe things cannot make themselves impossible.

I have lived with the prospect of an early death for the last 49 years. I’m not afraid of death, but I’m in no hurry to die, i have so much I want to do first.

 

Stephen Hawking: de Portugal para o mundo, sobre a inteligência artificial