Google vai remover a sua ferramenta para encurtar links

Em comunicado, a Google justifica o fim da sua ferramenta de encurtamento de links com as mudanças que aconteceram à Internet desde 2009.

Google Goo.gl

Em vez de um link grande, feio e cheio de caracteres estranhos, podes partilhar um URL mais curto e bonito. Existem várias ferramentas gratuitas que permitem encurtar endereços web, sendo o Bit.ly e o Goo.gl duas das mais conhecidas. Ora, se a primeira deverá continuar por aí, a segunda tem os dias contados – a Google anunciou que vai descontinuar o Goo.gl em 2019.

Assim, a partir de 30 de Março de 2019, os utilizadores deixarão de poder encurtar links através do Goo.gl, mas os endereços gerados com esta ferramenta continuarão a funcionar mesmo depois desta data. Já a partir de 13 de Abril deste ano, a ferramenta Goo.gl ficará disponível apenas para utilizadores que já a tenham usado.

Em comunicado, a Google justifica o fim da sua ferramenta de encurtamento de links com as mudanças que aconteceram à Internet desde 2009. “Lançámos o Google URL Shortener em 2009 como uma forma de as pessoas facilmente partilharem links e medirem o tráfego online. Desde então, muitos serviços populares de encurtamento de URL emergia e as formas de as pessoas partilharem conteúdo na Internet mudou também drasticamente, de primariamente páginas web desktop para apps, equipamentos móveis, assistentes em casa e mais”, lê-se.

Tudo o que é bom acaba

No fundo, o que a tecnológica norte-americana está a dizer é que a web de hoje existe numa multiplicidade de dispositivos e, se antes apenas partilhávamos links para serem abertos em computadores, temos agora apps no smartphone que são melhores que o site móvel correspondente, experiências de assistentes pessoais, etc. Por isso, a Google quer concentrar-se nos Firebase Dynamic Links, um tipo de URLs inteligentes que, consoante o dispositivo, encaminham o utilizador para o melhor destino – seja uma app móvel, o site desktop, etc.

Além do Firebase Dynamic Links, que é mais direccionado para programadores, a Google recomenda alternativas ao Google URL Shortener como o Bit.ly e o Ow.ly.