Android P: começou o parto do novo sistema operativo da Google

Android P... Android Pie? Nova versão do sistema operativo da Google vai chegar só depois do Verão aos nossos telemóveis.

Novo ano, novo sistema operativo. A Google disponibilizou, esta quarta-feira, apenas para programadores, a primeira versão do Android P, o sistema operativo que sucederá ao Android Oreo e que deverá chegar ao mercado depois do Verão (ao mesmo tempo que o iOS 12). Entre as novidades, está o suporte para ecrãs com notch e uma nova forma de ver notificações.

Notches, venham elas

No iPhone X, a notch foi uma opção que a Apple encontrou para “arrumar” os sensores frontais, permitindo que o ecrã ocupe praticamente toda a parte da frente do equipamento. Algumas fabricantes Android têm explorado a mesma solução. Foi o caso da Asus, por exemplo, que no final de Fevereiro no MWC, em Barcelona, lançou o Zenphone 5 com uma notch mais pequena que a do iPhone X. E vai ser o caso da Huawei que, segundo os rumores, lançará o Huawei P20 no final deste mês também com uma notch.

No Android P, a Google decidiu introduzir suporte nativo para notches, permitindo aos programadores desenvolver apps tendo em conta um possível recorte no topo do ecrã e facilitando o trabalhado às fabricantes que optem por essa solução de design.

Uma nova forma de ver notificações

A Google continua a aperfeiçoar o sistema de notificações do Android, que, em alguns aspectos, é melhor que a do iOS. Por exemplo, notificações de uma mesma app são agrupadas, algo que não acontece no iPhone, e desde o Android Oreo é possível silenciar determinados tipos de notificações e não outros. Agora, no Android P, se tiveres a ter uma conversa no Android Messages, por exemplo, as últimas três mensagens aparecerão na notificação para que possas ter a certeza daquilo a que estás a responder.

Outra novidade é a possibilidade de responder com fotos ou stickers sem necessidade de entrar na app. Também terás algumas sugestões de resposta, baseadas em inteligência artificial, que te permitirão poupar tempo. Já podes ter esta última funcionalidade no teu Android se instalares a aplicação Reply da Google, actualmente em beta e disponível apenas por APK.

Melhor localização dentro de portas

O sensor GPS do teu smartphone pode ser excelente para localização em ambientes ao ar livre, mas não é tão bom em locais fechados. Por isso, o Android P trará suporte para o protocolo Wi-Fi IEEE 802.11mc, conhecido também como Wi-Fi Round-Trip-Time (RTT), que permitirá identificar a localização exacta do teu telemóvel ao fazer a triangulação de três ou mais routers, sem a necessidade do aparelho se ligar a qualquer uma destas redes.

Esta localização por Wi-Fi RTT pode ser útil para partilhar a localização em tempo real com um amigo dentro de um centro comercial ou para usar a navegação indoor do Google Maps.

Outras novidades do Android P

O Android P vem ainda com suporte para duas câmaras em simultâneo, por exemplo, para fazer um vídeo que tire partido da câmara frontal e da traseira ao mesmo tempo. A segurança ao nível de pagamentos por NFC foi melhorada, há uma nova interface para gerir dados biométricos recolhidos pelas apps, e foi introduzido suporte para imagens HEIF e vídeos HDR VP9.

O Android P será lançado para o público depois do Verão. Para já, saiu apenas o Developer Preview 1, pelo que ao longo dos próximos meses poderão existir mais novidades naquela que será a próxima versão do sistema operativo da Google. A tecnológica deverá abordar o Android P na sua conferência anual para programadores, em Maio, e anunciar também o seu nome oficial – depois do Android Oreo, apostamos em Android Pie.