Academia de Código anuncia aquisição da “há muito” desejada Codeplace

A Codeplace é uma escola online de programação e vai agora passar a integrar a Academia de Código.

A start-up portuguesa Academia de Código anunciou esta quarta-feira a aquisição da Codeplace, uma escola online de programação fundada por empreendedores portugueses, presente em 140 países e com uma carteira de mais de 70 mil alunos. Aconteceu “o que há muito desejávamos”, partilhou Domingos Folque Guimarães, um dos fundadores da Academia no seu Facebook.

“Há anos que seguíamos o excelente trabalho do Tiago Martins e da sua equipa, primeiro na Stuk.io e depois na Codeplace. Acreditamos no canal online como complemento à nossa oferta e na criação de leads para os nossos bootcamps, especialmente com a nova versão de Ruby 5, que vem facilitar a introdução à programação para iniciantes”, acrescentou João Magalhães, o outro co-fundador e actual director executivo da Academia de Código em comunicado. “Esta aquisição vai permitir-nos escalar mais rápido, chegando a todos os que nos procuram, assegurando a nossa presença no online e no offline, sempre com foco na criação de emprego.”

A Codeplace permite o primeiro contacto com as linguagens HTML, CSS e Ruby on Rails. Assente na metodologia “aprender fazendo”, o aluno constrói projectos reais como blogues, plataformas de e-commerce e serviços para software. Permite também criar ferramentas de pagamentos, integrações com apps externas ou outras funcionalidades mais específicas. A Codeplace torna possível a construção de um projecto próprio em três meses pelo valor base de 99 dólares/ano.

A Academia de Código olha para a aquisição da Codeplace como um passo essencial na estratégia de internacionalização da empresa portuguesa, que pretende chegar aos Estados Unidos antes do final do ano, depois de já ter lançado programas piloto em escolas na Grécia, Itália e Polónia no ano lectivo de 2016/17.

Tiago Martins, co-fundador da Codeplace, está no centro do processo de integração da Codeplace na Academia de Código. “Todo o nosso conhecimento está a ser aplicado. A Codeplace, através da criação de auto emprego, e a Academia de Código, que fornece talento para as empresas, partilham a mesma visão: o objectivo final é sempre voltado para o impacto social e para a empregabilidade”, refere numa nota enviada às redacções.

“A responsabilidade é gigante, mas estamos cá para ir à luta!”, concluiu Domingos.