Já é possível transportar bicicletas em todos os comboios da CP

Transportadora removeu os limites existentes em algumas ligações Intercidades e noutros serviços.

Apesar de gratuito, nem todas as linhas de comboio da CP permitiam o transporte livre de bicicletas, sendo, em alguns casos, necessário desmontá-las primeiro para as acondicionar na bagageira. Para ciclistas interessados em fazer o chamado cicloturismo ou que simplesmente queiram ir a outra cidade (em trabalho, por exemplo) e levar a bicicleta consigo, ter de tirar as rodas, o guiador e outras partes não era nada cómodo.

A CP já permitia o transporte de bicicletas sem as desmontar nos Intercidades que percorrem a Linhas do Norte, entre Braga e Lisboa, mas agora já é possível fazê-lo por praticamente todo o país (e até Espanha). Conforme reparou Paulo Guerra dos Santos, autor do projecto Rede Nacional de Cicloturismo, agora é possível levar uma bicicleta montada nos Intercidades das Linhas da Beira Alta (que liga Lisboa a Castelo Branco e à Covilhã), na do Alentejo (até Évora) e na do Sul (até Faro).

Suportes próprios nos Intercidades

Nas ligações Intercidades, as bicicletas devem ser colocadas nos suportes próprios existentes em algumas carruagens (dois por carruagem). No caso de estarem todos os suportes ocupados, o transporte só é possível “se as mesmas se encontrarem dobradas ou desmontadas e acondicionadas no espaço disponível para bagagem, não sendo admitida mais do que uma bicicleta por passageiro”, lê-se no site da CP.

O Comboio Celta, que faz a ligação a Vigo (Espanha), também já permite o transporte dos veículos de duas rodas sem desmontá-los, sendo o limite máximo de três bicicletas por comboio. Antes de embarcar, deves dirigir-te ao revisor, “a quem competirá sempre emitir o bilhete do Cliente e garantir, ou não, o transporte do respectivo velocípede, uma vez que o mesmo está sujeito a limitações do espaço e capacidade disponível”. As mesmas regras aplicam-se aos comboios Regionais e InterRegionais, podendo, contudo, existir “restrições temporárias”.

Comboios Alfa Pendular de fora

O transporte de bicicletas é também permitido – como já era – nos comboios urbanos de Lisboa e Porto em todos os dias e horários. De fora das mudanças, ficam as ligações Alfa Pendular, tanto na Linha do Norte como na do Sul, onde as bicicletas “podem ser transportadas desde que desmontadas e devidamente acondicionadas como bagagem que não exceda, nos porta-volumes ou por baixo dos bancos, o espaço correspondente aos lugares a que tenham direito, num máximo de um volume por passageiro”. O transporte da bicicleta desmontada é gratuito, informa ainda a CP.

Independentemente do tipo de serviço, o transporte de bicicletas nos comboios da CP é gratuito e limitado a um veículo por passageiro. “A CP não se responsabiliza pelos danos causados às bicicletas e/ou a terceiros durante o respectivo transporte”, acrescenta ainda a operadora ferroviária. Mais informações disponíveis aqui.

Previous Na China, a polícia já usa óculos com reconhecimento facial para identificar cidadãos
Next O Cinema São Jorge anda a fazer filmes... no Twitter