SpaceX de Elon Musk lança hoje Falcon Heavy para o espaço, com um Tesla a bordo

O foguetão que Elon Musk espera que um dia possa levar humanos a Marte, o Falcon Heavy da SpaceX, parte hoje para a sua primeira viagem de teste.

Space X Falcon Heavy
Imagem do vídeo promocional: Tesla a aproximar-se do planeta marte.

Há dois anos dávamos-te conta da intenção da SpaceX, de Elon Musk, de enviar cápsulas para marte em 2018. Ora, o momento chegou. Na altura, a empresa de Elon Musk avançava que o foguetão responsável por essa viagem seria o Falcon Heavy, o maior e mais poderoso modelo do Falcon 9, com capacidade de transportar cerca de 54 toneladas – o equivalente a 737 aviões a jato com passageiros, tripulação, bagagem e combustível.

O Falcon Heavy faz hoje a sua primeira viagem de teste. Vai descolar do Cabo Canaveral na Flórida, Estados Unidos, para testar se o foguetão pode ser usado para transportar carga para o espaço. O presidente da SpaceX confirmou hoje na sua conta no Twitter que “todos os sistemas têm luz verde para o lançamento”.

A carga de teste será um carro, mas não é um carro qualquer, ou não fosse Musk a mente criativa por trás da Tesla. Um automóvel eléctrico da marca, vermelho, será a carga que o Falcon Heavy deixará numa órbita próxima de Marte se a missão decorrer como planeado.

Imagem do vídeo promocional disponibilizado pela SpaceX

O último teste antes do lançamento de hoje ocorreu no dia 24 de Janeiro, foi bem-sucedido e consistiu na ignição dos 27 motores do foguetão simultaneamente.

Este é um dos lançamentos mais esperados desde as missões Apollo (1961-1972) que levaram o homem para a lua, tanto que os bilhetes para presenciar o momento ao vivo foram colocados à venda e são esperadas milhares de pessoas no local para assistir à descolagem.

O objectivo da empresa SpaceX é usar o foguetão gigante para transportar satélites mais pesados para o espaço e até, no futuro, seres humanos — graças à sua potência e capacidade apenas superados pela aeronave Saturn V, que actuou nas missões Apollo nas décadas de 60 e 70.

O Falcon Heavy viajará para o espaço a uma velocidade de 11 quilómetros por segundo, mas nem sempre Musk esteve confiante acerca da sua jornada. Numa conferência de imprensa em Julho passado, disse que infelizmente ainda há muito espaço para erros. “Há uma hipótese muito grande de não chegar a órbita. Espero que ele fique longe o suficiente da plataforma de lançamento para não causar danos — isso eu já consideraria uma vitória”.

A janela de lançamento do superfoguetão decorre entre as 13h30 horas locais (18h30 GMT) até às 16h00 (21h00 GMT) e pode ser acompanhada online aqui.

O último rasgo do génio Elon Musk: um lança chamas