Serralves vai receber uma exposição de Robert Mapplethorpe

É a primeira exposição em Portugal da obra de uma das maiores e mais influentes figuras da fotografia no século XX.

© The Robert Mapplethorpe Foundation

Concebida em parceria com a Robert Mapplethorpe Foundation, em Nova Iorque, a exposição será uma retrospectiva em grande escala da obra de Robert Mapplethorpe. O fotógrafo é um dos mais influentes do século XX, conhecido pela sua sensibilidade no tratamento de temas controversos como a homossexualidade e no uso de preto e branco na fotografia.

Nascido em Nova Iorque a 1946, Mapplethorpe é autor de algumas fotografias mais icónicas do século passado. O seu trabalho abrangia uma larga gama de interesses, dos retratos de celebridades ao nu artístico, a auto retratos e imagens de flores. Os seus trabalhos mais polémicos incluem o estudo do cenário underground BDSM do final dos anos 60, início dos 70, em Nova Iorque. Fotografou várias cenas eróticas entre casais homossexuais, potenciando o debate sobre o financiamento público de artistas que tratam temas controversos.

Durante a sua época mais profícua, viveu com Patti Smith com quem manteve uma relação no mínimo sui generis, contada pela artista em Just Kids, o primeiro livro da cantora em prosa – um livro de memórias que nos fala do Verão de amor livre e de todos os motins, o Verão de 1967 em que conheceu Mapplethorpe. Além de ser um excelente retrato da comovente relação de amizade e juventude que mantiveram ao longo de vários anos, a obra é um retrato de época, dos dias do Chelsea Hotel e de Nova Iorque no fim dos anos 60. Just Kids é uma espécie de fábula em que encontramos poesia, rock’n’roll, sexo e arte que começa numa história de amor e acaba numa elegia, uma espécie de portal mágico para entrar directamente no mundo encantado de Nova Iorque há 40 anos. É a história de um par de artistas que acreditavam o suficiente na sua arte para se entregarem a ela abnegadamente, o livro ideal para conheceres melhor o trabalho e vida do lendário fotografo norte-americano que será exposto pela primeira vez em Portugal em Setembro deste ano.

A exposição organizada pelo Museu de Arte Contemporânea de Serralves e comissariada por João Ribas, director do Museu, é um panorama desta obra pioneira. Inclui os seus retratos de estúdio, – desde auto-retratos a fotografias de artistas, amigos e figuras notáveis da cena cultural do século XX – as naturezas mortas líricas, e nus eróticos clássicos e estilizados, assim como assemblages de início de carreira e polaroids íntimas.

A obra de Mapplethorpe apresentada nesta exposição, incisiva, vasta, provocadora e imensamente influente, fez dele um dos artistas mais importantes do século XX. Para ver de 20 de Setembro a 6 de Junho de 2019 no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto.

Auto-retrato © The Robert Mapplethorpe Foundation
Patti Smith © The Robert Mapplethorpe Foundation
Ken Moody and Robert Sherman © The Robert Mapplethorpe Foundation