Homer Simpson é republicano e outros argumentos de Ted Cruz

Em contraponto, o Senador do Texas ainda disse em tom de crítica que Lisa Simpson é a única da família de desenhos animados que é Democrata.

Não é preciso seres grande fã da série dos bonecos amarelos para saberes que usar as crenças e ideologias de Homer Simpson, dizendo que ele concorda contigo, para defenderes a tua posição, não é muito bom presságio. Afinal, o pai de família que oferece uma arma à mulher, deixa o filho de 10 anos usá-la e é um poço de inconsequência e desresponsabilização moral não parece ser o melhor cartão de visita. Homer Simpson até pode ser republicano, mas Homer Simpson é o homem que é tão estúpido que causou uma explosão nuclear numa carrinha que não continha qualquer material nuclear.

Aconteceu este fim-de-semana na Conferência de Acção Política Conservadora, um evento republicano no qual o antigo candidato presidencial Ted Cruz fez um dos discursos preferidos dos internautas, em que incluiu uma das analogias menos precisas de todos os tempos dizendo que: “Eu acho que os democratas são o partido de Lisa Simpson e os republicanos são, felizmente, o partido de Homer, Bart, Maggie e Marge.”

As declarações fizeram furor nas redes sociais e já levaram um dos responsáveis pela série a comentar, pedindo de forma elegante que o Senador do Texas se calasse.

Bill Oakley, antigo showrunner da série veio defender o colega esclarecendo algumas dúvidas: “1) Maggie = Sem partido ; 2) Bart = Liberal; 3) Marge = Fã de Jimmy Carter e John Anderson; 4) Homer = Talvez seja Republicano por causa de, como todo mundo sabe, ser mal-informado e reaccionário ao extremo”.

Mas, por onde começar? Primeiro, Maggie é um bebé que comunica sem palavras por isso, atribuir-lhe qualquer afiliação política seria no mínimo presunçoso. Em segundo lugar, em vários episódios de flashback ficamos familiarizados com o apoio de Marge à causa feminista, queima sutiãs, vai a manifestações na escola, todo um caminho que sugere alguma simpatia pelo liberalismo progressivo. Bart demonstra todos os traços do libertarianismo (meio anarca, até). E, sim, Lisa é democrata – defensora de causas progressistas. Uma democrata que literalmente se torna Presidente para consertar a confusão deixada por Donald Trump. Por isso, Ted Cruz está errado.

Mas o que é realmente estranho é que Cruz é mesmo fã de The Simpsons. Tweeta frequentemente clipes de The Simpsons quando quer fazer pontos políticos. Um dos muitos destaques da sua campanha presidencial foi um vídeo do BuzzFeed onde ele tentou imitar o maior número possível de personagens dos Simpsons.

A tentativa de usar ícones da cultura pop para apelar ao voto ou apoio político não é nova, nem é novo que esses ícones recusem ser usados para tal. Aconteceu por exemplo quando Trump usou “Rockin ‘in the Free World” de Neil Young para anunciar a sua candidatura, e Young pediu que ele deixasse de usar a música. Quando David Cameron proclamou o seu amor por The Smiths, e Johnny Marr o proibiu de gostar da banda. Quando a NRA usou um gif de Parks and Recreation num tweet esta semana, e um dos criadores da série lhes pediu para excluir o tweet, acrescentando que Amy Poehler – a protagonista do gif – lhe tinha dito: “Diz-lhes que eu disse ‘fuck off'”.