HomePod é um caso excepcional na política de preços da Apple

Ao contrário de outros produtos da tecnológica, o HomePod tem uma margem mais baixa. Apple espera compensar em volume o que perderá em lucro.

HomePod Apple
Foto via Apple

O custo de produção de equipamentos tecnológicos de topo-de-gama, como é o caso dos da Apple, costuma ser elevado relativamente ao seu preço de mercado. Estima-se que o iPhone X, por exemplo, custe 370 dólares a ser produzido, apesar de ser vendido a quase mil dólares, o que dá uma margem de cerca de 60% para a Apple. É assim que a tecnológica faz dinheiro.

O HomePod é o mais recente produto da Apple e uma categoria de mercado completamente nova para a empresa norte-americana. Trata-se de uma coluna de som com integração com o serviço de streaming Apple Music e a assistente pessoal Siri, que, dizem os críticos, supera em qualidade sonora a sua concorrência – do Amazon Echo ao Google Home.

Disponível nos Estados Unidos por 349 dólares, analistas da TechInsights, citados pela agência Bloomberg, dizem que a Apple gasta 216 dólares a produzir cada HomePod. Ou seja, por cada coluna vendida, a margem de lucro para a tecnológica é de apenas 38% – pouco mais de 130 dólares. Em comparação, as margens da Amazon e da Google com o Echo e o Home, respectivamente, serão de 56% e 66%.

HomePod

 

De acordo com a TechInsights, a Apple estará a reduzir as suas margens no HomePod para conseguir vendê-lo a um preço apelativo, numa estratégia que pode correr muito bem à tecnológica: em vez de vender pouco mas ter uma boa margem, a tecnológica quererá vender muitas unidades do HomePod. Ou seja, a Apple poderá compensar em volume o que perde em lucro.

Se a Apple tivesse aplicado a mesma margem do iPhone X no HomePod, este produto poderia custar aos consumidores mais de 600 dólares. Note-se que a Apple chegou tarde a este mundo das colunas inteligentes e, como tal, não pôde ser ela a definir o preço base de mercado. Uma Amazon Echo custa cerca de 100 dólares, o mesmo preço pelo qual é possível encomendar um Google Home.