A guitarra que (quase) toca sozinha

Um pequeno hacking.

Clare não é a pessoa mais inclinada para a música, mas consegue tocar guitarra. Sem fazer (quase) nada. O instrumento de cordas faz o trabalho (quase todos) por si – tudo graças a um pequeno hacking digital e a uma pequena ajuda do Arduino, uma iniciativa responsável pela impulsão e globalização dos movimentos de hardware de código aberto.

Utilizando um Arduino, uma bateria USB, impressão 3D, dois pauzinhos e mais algumas coisas, Claire, do canal de YouTube Fake It And Make It, criou o Strumbot para lhe dar uma mãozinha extra a tocar guitarra. No fundo, o que esta espécie de bot com corporização física faz é automatizar o processo de passar os dedos pelas cordas de forma a produzir o som desejado.

Qualquer pessoa que já tenha tido aulas de guitarra sabe a dificuldade em aprender a fazer bons acordes sem magoar os dedos nas cordas. “Gosto de tocar música ocasionalmente, mas não sou muito talentosa musicalmente. Pelo que decidi construir algo para me ajudar”, diz no vídeo onde apresenta o Strumbot. Todas as peças que compõem este bot foram unidas e coladas à guitarra por fita-cola para não danificar o instrumento.

Construída a parte física do Strumbot, Claire tem depois de programar as músicas. Dessa forma, a guitarra pode tocar a música sozinha enquanto Claire faz outra coisa – seja beber um chá, tocar outro instrumento ou trocar mensagens com a mãe. Cada música tem o seu código e Claire disponibilizou o código para “Call Me Maybe”, tema de Carly Rae Jepsen, para o qual apresentou uma cover na parte final do vídeo em cima.