Os telemóveis que nos vão entusiasmar este domingo no Mobile World Congress

A Samsung irá dominar o dia com a apresentação do seu Galaxy S9. A Huawei e a LG estão a guardar os seus topo-de-gama para depois.

Esta segunda-feira, arranca em Barcelona o Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, a primeira grande feira de tecnologia do ano e o palco de lançamento de alguns dos mais aguardados smartphones do ano, incluindo o Galaxy S9.

O MWC começa oficialmente na segunda, mas é no domingo que as principais fabricantes vão revelar as suas próximas apostas para o mercado dos smartphones. O dia deverá ficar dominado pelo Galaxy S9, talvez o equipamento mais desejado, mas teremos notícias também da Huawei, LG, Nokia e Sony, entre outras marcas.

Galaxy S9: a estrela do dia

Em 2018, a Samsung optou por não apresentar o Galaxy S8 no MWC devido à crise com as baterias da linha Note, mas este ano a sul-coreana está de regresso à gigante feira e promete fazer furor. O Galaxy S9 deverá ser a grande estrela do dia e as expectativas estão lá em cima, depois de um S8 elegante no design e surpreendente no hardware.

O principal destaque do Galaxy S9 será a câmara, com toda a comunicação da Samsung a focar-se numa frase: “A câmara reinventada.” Resta dizer que sobre o S9 já sabemos praticamente tudo, pois os rumores não têm parado de correr a internet. O Galaxy S9 será, por um lado, a resposta da Samsung ao iPhone X e, por outro, uma antecipação do modelo que a Apple lançará este ano, depois do Verão, como é habitual.

O Galaxy S9, segundo @evleaks

O S9 e o S9 Plus deverão ser muito parecidos aos S8 e S8 Plus, com o ecrã a ocupar praticamente a frente dos equipamentos e o mesmo aspect ratio de 18:9. A entrada para auscultadores pode manter-se nos novos modelos e tudo aponta para uma nova doca Samsung DeX, que permitirá ligar o S9 a um monitor e usá-lo como um computador.

Huawei P20? Não é para já

Depois do P10, a Huawei promete regressar com o Huawei P20, mas não tão cedo. O novo modelo será para a Huawei aquilo que o S9 representa para a Samsung, ou seja, o seu topo-de-gama, e só será anunciado dia 27 de Março, num evento próprio em Paris.

Convite da Huawei para 27 de Março, em Paris

Os rumores são certos quanto à opção da empresa de, por fim, lançar um equipamento quase sem moldura na parte da frente, mas não quanto a se a Huawei vai ou não organizar os sensores na parte da frente numa notch – como fez a Apple no seu iPhone X. Na parte traseira, espera-se que a câmara tenha um sistema de três lentes em vez de lente dupla, apesar de esta última possibilidade ser também bastante forte. Na parte da frente deverá existir uma câmara dupla.

A Huawei deverá apresentar três versões do P20: a normal P20, o P20 Lite e o P20 Plus.

O facto de a Samsung estar de regresso ao MWC terá afastado não só a Huawei, mas também a LG. Apesar disso as duas marcas vão estar em Barcelona, com a LG a revelar um LG V30 melhorado, o V30+ α”, focado na inteligência artificial.

Sony, Nokia, Alcatel e outros

Quem tem presença habitual no MWC, em Barcelona, é também a Sony, que irá revelar o Xperia XZ2 e Xperia XZ2 Compact – sucessores da linha XZ1 apresentada há um ano. Apesar de a linha Xperia nunca ter o hype que outros modelos de smartphones conseguem, os novos XZ2 deverão seguir a tendência com o ecrã a ocupar praticamente toda a parte frontal.

O Xperia XZ2, segundo @evleaks

Em 2017, a Nokia esteve debaixo do olho mediático por causa do relançamento do Nokia 3310 e este ano poderá lançar uma versão desse “telemóvel de teclas tradicionais” com 4G. No que toca a smartphones, deveremos aguardar o Nokia 8 Sirocco, uma versão mais sofisticada do já apresentado Nokia 8, um Nokia 7 um Nokia 1, que seria um smartphone bastante acessível e básico.

O Nokia 7, segundo @evleaks

Já a Motorola deverá revelar o seu Moto G6, com uma aposta num ecrã de bordas finas e de formato 18:9; e da Alcatel é esperado o novo Alcatel 5, o telemóvel mais importante da marca.