O dia em que o Camané foi ao Tiny Desk Concert

Tiny Desk Concerts nasceu em 2008 pelas mãos de Stephen Thompson e Bob Boilen, frustrados por não conseguir ouvir a música tocada nos concertos ao vivo, devido ao barulho da plateia.

Camané Tiny Desk Concert

Camané, nome incontornável do fado nacional é também internacionalmente um dos principais embaixadores da música da saudade e da tristeza, como muitos apelidam, e de uma beleza inconfundível, como quase todos concordam.

O fadista, nascido em Oeiras em 1966, e que em criança descobrira o fado “graças” a uma doença que o obrigou a repousar, aproveitando esse problema como uma oportunidade de entrar a fundo na coleção de discos dos pais e descobrir os grandes nomes do fado, como Amália Rodrigues, Alfredo Marceneiro, Fernando Maurício, Lucília do Carmo ou Carlos do Carmo.

A criança que se deslumbrou com a coleção dos pais já tem a sua própria coleção, uma discografia que conta com 15 discos editados e meio mundo percorrido. Países como Argentina, Chile, Peru, Uruguai, Canadá, Estados Unidos, Espanha, Bélgica, França, Luxemburgo, Suiça, Bulgária, Polónia, Hungria ou Finlândia foram alguns dos palcos já pisados por este artista. E se o reconhecimento internacional é do conhecimento geral, a sua participação no Tiny Desk Concerts possivelmente não, ou pelo menos não o era até hoje na nossa redação.

Os  Tiny Desk Concerts são uma série de actuações ao vivo, organizada pela NPR Music e com a curadoria de Bob Boilen, por onde já passaram como Anderson Paak, Lianne La Havas, Common, Chance the Rapper ou, mais recentemente, Tyler, The Creator. Camané, acompanhado por José Manuel Neto, na guitarra portuguesa e Carlos Manuel Proença na guitarra clássica, foram os responsáveis por acrescentar o toque nacional nesta seleção musical propositadamente eclética.

O projecto nasceu em 2008 depois de Stephen Thompson, Editor do NPR Music, abandonar um bar, frustrado por não conseguir ouvir a música tocada, devido ao barulho da plateia, comentando como Bob Boilen, diretor do NPR Music, que era preferível ouvir a actuação no escritório.

Thompson convidou então a cantora que assistiu nessa noite, Laura Gibson, a tocar também para Bob Boilen, no seu escritório. Um mês depois, Boilen pediu-lhe que fizesse exatamente o mesmo, fazendo uma gravação improvisada que foi posteriormente publicada online. O resto é história ou conversa, como se costuma dizer: perto de 500 concertos realizados e divulgados sobre a alçada de Stephen Thompson.

Actualmente o canal NPR Music já conta com mais de 1 milhão e 300 mil subscritores no canal de Youtube e aproximadamente 350 milhões de visualizações no global, muito graças a estas pequenas pérolas que são os Tiny Desk Concerts.