“Incêndios” é a palavra do ano 2017 na votação da Porto Editora

Em segundo lugar ficou a palavra "afecto" e em terceiro "floresta", numa lista global que abrangia 10 palavras.
Porto Editora Portugal

Está escolhida a palavra mais marcante de 2017. A votação que se realiza todos os anos, promovida pela Porto Editora, e se vai tornando numa espécie de tradição digital repetiu-se no final de 2017 e, entre 10 possíveis, “incêndios” foi a palavra mais votada.

O anúncio foi feito esta quinta-feira na Biblioteca Municipal Ary dos Santos, em Sacavém, por representantes da Porto Editora. Em segundo lugar ficou a palavra “afecto” e em terceiro “floresta”, numa lista global que abrangia 10 palavras sujeitas à votação do público e que se completava com os vocábulos: “cativação”, “crescimento”, “desertificação”, “gentrificação” “independentista”, “peregrino” e “vencedor”.

Em comunicado, a Porto Editora explica que “incêndios” foi a palavra a gerar maior consenso, reunindo 37% dos votos, algo que se deveu aos sucessivos incêndios que fustigaram o país especial no segundo semestre.

Entre Junho e Outubro, os fogos voltaram a ser uma realidade dramática em Portugal, vitimando mais de uma centena de pessoas e trazendo o assunto de volta ao topo da cadeia mediática. Já em 2013, o fenómeno sazonal dos incêndios de Verão tinha sido reflectido nesta deliberação promovida pela Porto Editora – à data, venceu a palavra “bombeiro”.

Todas as palavras escolhidas para fazer parte da lista são-no por um motivo especifico que a Porto Editora delibera. Para além dos casos mais fáceis de perceber, como “floresta” e “incêndio”, encontramos referências ao movimento independentista catalão, às famosas cativações do Orçamento do Estado e à vitória de Salvador Sobral na Eurovisão.

A palavra do ano 2016 tinha sido “geringonça” e a de 2015 “refugiado”. O ano de 2017 segue a tendência de transformar em palavra-do-ano um assunto socialmente impactante, mesmo que a palavra seja comum. O escalonamento da tabela, apesar de ser altamente subjectivo, dá-nos uma ideia dos assuntos que mais envolvem as pessoas.

Palavras do Ano 2017

  1. “incêndios” (37%)
  2. “afecto” (20%)
  3. “floresta” (14%)
  4. “vencedor” (8%)
  5. “crescimento” (5%)
  6. “cativação” (5%)
  7. “desertificação” (4%)
  8. “gentrificação” (3%)
  9. “peregrino” (3%)
  10. “independentista” (1%)
Partilha nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Contribui para o Shifter para mais artigos como este:

2 €/mês

5 €/mês

10 €/mês

15 €/mês

Donativo

Artigos Relacionados

Junta-te à Comunidade
Jornalismo é aquilo que fazemos todos juntos. Entra na Comunidade Shifter e faz parte da conversa.
Sabe mais
Em teste

Bem-vind@ ao novo site do Shifter! Esta é uma versão beta em que ainda estamos a fazer alguns ajustes.Partilha a tua opinião enviando email para comunidade@shifter.pt