Uma corda e muita coragem por cima das ondas da Nazaré

O resultado é pura magia para quem assiste e um desafio constante para quem pratica, tanto a nível físico como mental.

No dia 30 de dezembro de 2017, um grupo de Slackliners chamado “Western Riders” instalou uma corda que liga o Penhasco da Praia do Norte na Nazaré à Pedra do Guilhim, local famoso pelas diversas fotografias virais do impacto de ondas gigantes e que permitirá agora ousadas travessias. O Slackliner protagonista deste primeiro vídeo demonstrativo é Emerson Machado, de 28 anos, natural do Brasil.

De acordo com Emerson Machado, membro dos “Western Riders”, a linha foi instalada dias antes de uma grande incursão chegar à Nazaré, tendo sido tudo cuidadosamente planeado e verificado inúmeras vezes, de modo a garantir o máximo de segurança possível a quem realizar esta aventura. “É um risco calculado, não somos loucos como pode parecer à primeira vista, na realidade, tudo foi planeado ao mínimo detalhe” diz o membro da equipa de Slackline, “ao longo de dois dias, realizámos dezenas de caminhadas entre o penhasco e o Rock na Nazaré, e ninguém se feriu durante esse período, é relativamente seguro quando realizado por uma equipa experiente, trabalhando em conjunto com organização e cautela”, acrescenta.

Este desporto radical que consiste em fazer travessias sobre cordas bambas chama-se “Slackline” e a versão que podemos assistir neste vídeo, realizada na Praia do Norte, é apelidada de “Highlining”. Tanto o Slacklining como o Highlining envolvem bastante equilíbrio, coragem e uma corda suspensa acima do solo (ou acima do mar neste caso) e ancorada entre dois pontos. O resultado é pura magia para quem assiste e um desafio constante para quem pratica, tanto a nível físico como mental.

A Praia do Norte, perto da vila de Nazaré, tornou-se famosa pelas suas enormes ondas, principalmente desde que o surfista havaiano Garret McNamara estabeleceu o recorde em 2011, para a maior onda que já surfou, 23,77 metros. Desde então, o lugar tem atraído bastantes aventureiros dos mais diversos desportos radicais. Ainda na passada quinta-feira, 18 de janeiro, a Nazaré voltou a viver outro dia memorável e desde vez com um feito protagonizado em português — embora ainda não existam dados oficiais, é possível que Hugo Vau tenha surfado uma onda de 35 metros, na Praia do Norte.