Facebook proíbe anúncios a criptomoedas

Assim, o News Feed do Facebook, o Audience Network e o Instagram ficarão por uns tempos livres de anúncios tentadores a criptomoedas.

anúncios criptomoedas

O Facebook anunciou novas regras e começou já a pô-las em prática. Publicidade a criptomoedas e ICOs vão ser banidas pela rede social para evitar práticas enganosas ou enganosas. A proibição aplica-se tanto ao Facebook como ao Instagram.

Num comunicado publicado ontem, a empresa liderada por Mark Zuckerberg reforça os princípios da plataforma de que a publicidade não pode ser enganadora, apontando de seguida para a proibição de anúncios a Opções Binárias (um instrumento financeiro), Ofertas Iniciais de Moeda ou criptomoedas.

Por querer que a plataforma continue a ser um sítio passível de promover descobertas e aprendizagem, longe de esquemas de burla ou ou outro tipo de fraude, o Facebook restringe, assim, a forma como se promovem as criptomoedas na sua plataforma.

Nota das novas regras a anúncios financeiros no Facebook

A proibição surge tendo em conta o desconhecimento generalizado e o interesse massificado sobre este tipo de activos financeiros, que podem levar muita gente a investir sem ter total informação e consciência. Assim, o News Feed do Facebook, o Audience Network e o Instagram ficarão por uns tempos livres de anúncios tentadores a criptomoedas.

Em Portugal, as criptomoedas também são uma tendência e já começavam a ganhar expressão nos feeds, apesar de ser difícil determinar quantas pessoas se deixaram enganar por anúncios fraudulentos sobre compra de bitcoins ou outras moedas a preços a baixo do mercado.

O Facebook acrescenta, desde logo, que a aplicação das novas políticas pode deixar alguns anúncios de fora, incentivando a comunidade entendida a reportar o que considerar potencialmente ilícito.