A decadência das redes sociais imaginada em letreiros 3D

Neste trabalho, as redes sociais parecem discotecas antigas, onde a passagem do tempo deixou um certo aspecto decadente.

Os imaculados logótipos das tecnológicas – redes sociais, apps, plataformas digitais, etc – são à medida que o tempo passa, mais do um reflexo das imagens, o garante do seu posicionamento aparentemente intocável.

Todos já ouvimos falar do declínio do Facebook, mas nem um tom se alterou no seu logótipo. As multas da Comissão Europeia à Google, por exemplo, também se mantém longe dos olhos dos utilizadores ofuscados pelas simples letras coloridas.

E se de marcas como o McDonald’s ou a Coca-Cola já vimos reinterpretações sobre como seriam as suas assinaturas ou logótipos se fossem honestas, agora Andrei Lacatusu, um artista digital da Roménia, partilha o mesmo exercício feito com estas marcas de vertente social, chamemos-lhe assim.

O resultado é uma série de ilustrações 3D, criadas com recurso a software como o Photoshop, o V-Ray e o Autodesk 3ds Max, em que os logótipos das principais marcas online são recriados como letreiros luminosos de espaços públicos decadentes. Facebook, Instagram, Google, Twitter e Pinterest são assim reimaginados à luz de uma virtual passagem de tempo traduzida em erosão e um certo aspecto decadente, fazendo lembrar discotecas ou, melhor dizendo, danceterias abandonadas doutros tempos.

Andrei Lacatusu, natural de Bucareste, publicou o trabalho online no dia 3 deste mês e, deste então, as suas peças têm sido partilhadas por todas as redes sociais – um sinal da identificação do público com a mensagem sobre a decadência do espaço social virtual.