Pixel 2: este é o novo “iPhone da Google”

A câmara dos Pixel 2 recebeu a melhor classificação num ranking independente e especialista.Alerta de spoiler: não tem entrada para auscultadores e pode ser usado com os "AirPods da Google".

“A câmara mais bem classificada no mercado” é a novidade mais falada dos novos Pixel 2 e refere-se a um ranking da DxOMark. As câmaras são dos novos Pixel 2 que vêm numa versão de 5 polegadas e numa versão XL de 6 polegadas.

Os especialistas da DxOMark já tinham dado uma óptima classificação à câmara do Pixel no ano passado. Com a segunda edição do smartphone, o resultado foi de 98 – algo nunca antes dado (o Galaxy Note 8 e o iPhone 8 Plus tinham até agora o melhor resultado: 94 pontos). A maior melhoria foi no vídeo (96 pontos), sendo que na fotografia a câmara do Pixel 2 obteve 99 pontos (fica atrás dos 100 pontos do Note 8 apenas nesta componente).

O Pixel 2 vem com moldura à volta do ecrã
O Pixel 2 XL praticamente não tem moldura

Os Pixel 2 são os verdadeiros telemóveis da Google e integram todos os serviços da empresa. Podes usar o Google Lens para pesquisar imagens e textos captados com a câmara e chamar o Google Assistant com um aperto no smartphone (função Active Edge, como a tecnologia Edge Sense da HTC que foi recentemente adquirida pela Google). O Assistant vai conseguir ajudar no dia-a-dia com comandos que desencadeiam funções programadas (por exemplo, a resposta a um “boa noite” pode ser dizer como vai estar o tempo no dia seguinte e que eventos estão marcados no calendário).

Vêm em dois tamanhos: o Pixel 2 tem um ecrã de 5 polegadas e uma resolução Full HD, com uma moldura em seu redor; já o Pixel 2 XL parece mais um telemóvel de 2017, uma vez que praticamente não existe moldura em redor do seu ecrã de 6 polegadas (resolução de 1440 x 2880 pixels). Ambos os telemóveis têm a versão mais recente do Android 8.0 Oreo e fazem proveito do ecrã OLED para notificações always on. A funcionalidade Now Playing vai mostrar no ecrã do telemóvel (mesmo bloqueado) a música que está a dar no local onde estás.

Os smartphones têm uma bateria de 2700 mAh (Pixel 2) e 3520 mAh (Pixel 2 XL), e são resistentes à água e ao pó. Vêm com 4 GB de memória RAM, armazenamento até 128 GB e processador 64-bit Snapdragon 835.

Sem entrada para auscultadores

Para ouvires música, os Pixel 2 trazem altifalantes na frente do telemóvel, que melhoram a experiência em comparação com colunas que apontam para trás ou para os lados. Porém, quando quiseres alguma privacidade, não vais ter uma entrada de audio de 3,5 mm. A única entrada dos Pixel 2 é USB-C – a Google inclui na caixa do Pixel 2 um adaptador para 3,5 mm para USB-C (isoladamente custa cerca de 20 dólares).

Pixel Buds na caixa que os carrega

A solução? Os Pixel Buds. São auriculares sem fios e sensíveis ao toque, que, à semelhança dos AirPods da Apple, se arrumam numa caixinha que os carrega. São também inteligentes. Têm suporte para o Google Assistant, por isso, alertam-te de notificações e lêem as novas mensagens.

Pixel Buds

Além disso, trazem uma inovação: tradução em tempo real. Ou seja, podes falar em português com um inglês e ouvir a tradução de tudo nos teus auriculares. A bateria dura cinco horas, mas a caixa de armazenamento carrega-os para mais 24 horas. Vão custar 159 dólares americanos.

O Pixel 2 vai estar disponível a partir de 649 dólares e a versão XL a partir de 849 dólares. A pré-venda, nos EUA, inclui a oferta de um Google Home Mini gratuito.

Previous Num mundo em crise, quem são os candidatos ao Nobel da Paz 2017
Next Esta é a nova família da Google para competir com a Apple