Ela tira selfies com os homens que lhe mandam piropos para provar um ponto

Dear Catcallers chama a atenção pública para casos de objectificação da mulher.

Qualquer um que tenha sido alvo de comentários obscenos enquanto, simplesmente, ia a andar na rua, sabe o quão desconfortável a experiência pode ser. Noa Jansma, de 20 anos, encontrou uma maneira de iluminar o assunto com holofotes, trazê-lo para a esfera pública e responder na mesma moeda.

Criou a conta de Instagram @dearcatcallers, onde tira selfies com os homens que lhe gritam piropos e as publica na rede social.

#dearcatcallers #catcalling #catcallers #feminism

A post shared by dearcatcallers (@dearcatcallers) on

Na primeira publicação da conta Noa explica o que a motivou: “Ao tirar uma selfie, quem objectifica e o objecto ficam reunidos numa composição. Eu mesma, como o objecto em frente aos homens que me mandam piropos, representa o poder invertido que este projecto quer causar.”

Noa quer assim objectificar os homens que fazem o mesmo com ela, expondo publicamente a sua imagem e actos. O facto destes homens estarem totalmente dispostos a posar para as selfies mostra a falta de noção do impacto daquilo que fazem, mostra que acreditam que o seu comportamento é normal e aceitável.

Na maioria dos casos, Noa descreve a situação que levou à fotografia:

“[toca na buzina da mota 3 vezes, aproxima-se por trás e corta-me o caminho] ‘Deus te abençoe, quando eu te vejo, tudo o que consigo ter são pensamentos selvagens, selvagens, pensamentos selvagens, querida’ [buzina de novo 3 vezes]”

“Seguiu-me lentamente por duas ruas a gritar ‘Sexy!’ e ‘Queres vir para o meu carro?'”

#dearcatcallers "I know what I would do with you, baby"

A post shared by dearcatcallers (@dearcatcallers) on

#dearcatcallers "weheeee horny girl"

A post shared by dearcatcallers (@dearcatcallers) on

#dearcatcallers "hmmmm you wanna kiss?"

A post shared by dearcatcallers (@dearcatcallers) on

Mmmmmm beautiful sweet girl #dearcatcallers

A post shared by dearcatcallers (@dearcatcallers) on

O post mais recente da Dear Catcallers tem 5 dias e nele Noa revela que vai passar a conta para as mãos de outras mulheres, de todo o mundo. “Para mostrar que isto é um fenómeno global e que este projecto artístico não é só sobre mim, vou passar a conta para raparigas diferentes pelo mundo. Vai ser um processo demorado por isso fiquem atentos.” A holandesa de 20 anos lembra ainda que todos estão convidados a enviar as suas próprias histórias para serem partilhadas pela conta.

#dearcatcallers

A post shared by dearcatcallers (@dearcatcallers) on