“ATTERO”, a primeira grande exposição de Bordallo II

Ao fim de quatro anos e perto de 28 toneladas de lixo artisticamente reaproveitado, chega a hora de Bordallo II dar nova vida às paredes uma galeria.

Attero é o termo em latim para “desperdiçar” e que serve como poucos o propósito de nomear uma exposição a arte de Bordallo II. Attero não soa a desperdício, como a arte do street artist português não parece os materiais reciclados que a compõem, afinal de contas é esse o grande motto do seu trabalho. Foi com manipulação de materiais corriqueiros e entregues ao abandono que o artista ganhou o seu espaço nas ruas portugueses e é esse o projecto que apresentará na primeira vez a solo num espaço fechado.

Ao fim de quatro anos e perto de 28 toneladas de lixo artisticamente reaproveitado, chega a hora de Bordallo II dar nova vida às paredes uma galeria.

ATTERO by BORDALO II assume-se como um comentário à nossa sociedade consumista e à forma como exploramos, muitas vezes de forma abusiva, os recursos que a Natureza nos dá. Surge assim uma vontade pedagógica e de transmissão de uma consciência ecológica, por parte do artista, que propõe aos seus visitantes um grande conjunto de actividades de sensibilização para os temas para os quais a exposição remete.

A exposição, com curadoria de Lara Seixo Rodrigues da Mistaker Maker, abre portas no dia 4 de Novembro e, durante as três semanas que estará no número 49 da Rua de Xabregas, em Lisboa, albergará uma série de iniciativas de carácter pedagógico e que incidem sobre a temática da ecologia, como por exemplo tertúlias e workshops com profissionais da área da conservação.

Algumas peças criadas no âmbito da exposição ATTERO by BORDALO II já podem ser vistas nas ruas do bairro de Xabregas, como é o caso deste “Plastic Frog”, que se vê na imagem em cima partilhada pelo artista. “Esta é a minha primeira peça da serie de trabalhos Plastic Trash Animals feita na rua, no âmbito da minha exposição individual”, escreveu no Facebook.

A exposição estará aberta de 4 a 26 de Novembro, de quarta a domingo, das 14 às 20 horas. Quanto ao resto do plano de actividades, podes consultar abaixo. E na página de Facebook do artista onde encontras também várias fotos da preparação da exposição.

Programa

11 de Novembro: 

  • 16h00 – visita temática com João Farinha, biólogo de Recursos Faunísticos e Ambiente, actual chefe de Divisão de Valorização de Áreas Classificadas e Coordenador da marca Natural.PT do ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas). Inscrições gratuitas e limitadas a 20 pessoas.

12 de Novembro: 

  • 16h00 – tertúlia intitulada “Lixo Marinho” com a moderação de Paula Sobral, bióloga Doutorada em Ciências do Ambiente e Professora da FCT-UNL, fundadora e Presidente da APLM (Associação Portuguesa do Lixo Marinho), entidade sem fins lucrativos convidada pela SPECO (Sociedade Portuguesa de Ecologia). Entrada livre.

18 de Novembro: 

  • 17h30 — visita guiada com curadora, Lara Seixo RodriguesInscrições gratuitas e limitadas a 30 pessoas.

26 de Novembro:

  • 16h00 — visita guiada com o artista, Bordallo IIInscrições gratuitas e limitadas a 30 pessoas.

 

Actualização: Devido à afluência, a data de encerramento foi alterada para dia 3/12.

Previous Novo serviço de entregas da Amazon abre a porta da tua casa... sem tu lá estares
Next Deputados safam Michel Temer da justiça