Tesla consegue aumentar autonomia dos seus veículos… à distância

O que é que a empresa de Elon Musk conseguirá mais?

Nos últimos dias, o furacão Irma provocou estragos consideráveis na costa norte de Cuba e ameaça agora a costa sul da Florida, nos Estados Unidos. Para ajudar os norte-americanos a escapar à tempestade, a Tesla aumentou a autonomia dos seus veículos… à distância.

Os proprietários dos modelos S60, 60D, X60D e X70D podem beneficiar de mais tempo de condução para fugir ao furacão, cujo nível de intensidade desceu entretanto de 5 para 3. Este aumento de autonomia em 50 km foi feita de forma remota, o que levanta algumas dúvidas.

Na verdade, fica demonstrado que a fabricante automóvel, liderada por Elon Musk, é capaz de alterar as definições dos veículos das pessoas se bem lhe apetecer. É certo que o fez por uma boa causa, mas é difícil não começarmos logo a pensar em outras aplicações para este “poder”.

Os proprietários dos modelos em questão podem beneficiar de maior autonomia até 16 de Setembro, dia em que os parâmetros voltam aos normais. De notar que as baterias dos veículos anteriormente referidos deveriam ser de 60 kW, mas como a Tesla já não as fabrica elas vêm com capacidade de 75 kW, sendo diminuída a autonomia por via do software. Os clientes que queiram utilizar a bateria na sua totalidade têm de pagar um extra à Tesla.

A revista Inc nota que, ao fabricar apenas um modelo único de bateria, alterando os seus parâmetros depois virtualmente, a Tesla consegue ser mais eficiente na produção dos seus veículos em grande escala – é uma “jogada brilhante”, escreve.

Previous O Shifter e a Mishmash têm uma bonita prenda para ti
Next O iPhone X, o iPhone 8 e tudo o resto que a Apple anunciou

Suggested Posts