Tudo o que sabemos sobre os novos iPhone 8 e iPhone X

Ou julgamos saber.

Foto: YouTube/@EverythingApplePro

10 anos depois do primeiro iPhone, a Apple vai lançar um novo iPhone, mais uma actualização ao equipamento que revolucionou o mundo dos telemóveis. A apresentação vai decorrer esta terça-feira num auditório com o nome de Steve Jobs, o visionário que trouxe o iPhone ao mundo.

As expectativas neste 10º aniversário estão, por isso, em altas. Tim Cook será o anfitrião do evento que inaugurará o Steve Jobs Theater, localizado no novíssimo Apple Park. Contam os rumores que circulam que, em vez de dois modelos, como tem sido habitual nos últimos anos, serão apresentados três: um “iPhone normal”, um “iPhone Plus” e um “iPhone especial”.

iPhone 8 e iPhone 8 Plus

Aqui não temos muito com que ficar entusiasmados. Novo ano, dois novos iPhones. É assim desde o iPhone 6, lançado em 2014. O iPhone 8 e 8 Plus deverão suceder aos seus contemporâneos iPhone 7 e iPhone 7 Plus, com algumas melhorias. A saber:

  • os novos modelos poderiam chamar-se “7S” e “7S Plus” mas a última versão de teste do iOS 11 inclui as designações “8” e “8 Plus”;
  • terão o novo processador A11, com seis núcleos – dois para alta performance e quatro para alta eficiência;
  • iPhone 8 deverá ter 2 GB de memória RAM e o Plus 3 GB – ou seja, os mesmos valores que a linha iPhone 7;
  • deverão existir algumas diferenças no design, com ambos os equipamentos a apresentarem um corpo em metal e vidro;
  • as mudanças no design permitirão integrar tecnologia de carregamento sem fios, algo que, apesar de já existir no mercado, será inédito num iPhone;
  • preços deverão ser semelhantes aos do iPhone 7 (a partir de 779 euros) e iPhone 7 Plus (a partir de 919 euros).

iPhone X

Este é o iPhone mais aguardado. Uma espécie de edição especial de aniversário, que, ao longo dos últimos meses, já teve várias designações, desde “iPhone Pro” a “iPhone Edition”. Mas de acordo com o código do iOS 11, deverá chamar-se iPhone X. O que é que já sabemos (ou julgamos saber) sobre ele? Vamos por pontos:

  • um design inteiramente novo, com um ecrã sem moldura, isto é, que vai de uma ponta à outra da frente do telemóvel – tendência adoptada pelas principais fabricantes este ano, incluindo a Samsung e o seu belíssimo Galaxy S8;
  • ecrã deverá ter tecnologia OLED, uma primeira vez no iPhone, e ser de 5,8 polegadas. Como o ecrã não tem moldura, o iPhone X deverá ser ligeiramente maior que o iPhone 8 e um pouco mais pequeno que o iPhone 8 Plus;
  • não existirá botão Home, sendo que a sua funcionalidade deverá passar para o ecrã;
  • não existindo botão Home, a tecnologia Touch ID não deverá estar presente nesta versão, sendo substituída por uma nova chamada Face ID. O Face ID permitirá, através de reconhecimento facial, desbloquear o iPhone e fazer compras na iTunes/App Store;
  • deverá ter o mesmo processador A11 do iPhone 8/8 Plus e 3 GB de memória RAM;
  • a câmara traseira deverá ter de 12 megapixels e ser capaz de filmar em 4K a 60 fps ou 1080p a 240 fps. Na frente, poderemos ter 7 megapixels e vídeo 1080p a 30 fps;
  • o iOS 11 terá de se adaptar ao ecrã sem moldura iPhone X. No topo, o visor deverá contornar a câmara e o sensor de proximidade, o que implicará que, no sistema operativo, a barra com a rede, as horas e a bateria seja adaptada;
  • deverá custar mais de 1000 euros.

Guilherme Rambo, um programador brasileiro, conseguiu “brincar” com o Face ID na versão de testes do iOS 11, lançada pela Apple, e partilhou alguns vídeos:

O iPhone 8, iPhone 8 Plus e iPhone X deverão ser anunciados esta terça-feira, 12 de Setembro, às 18 horas. O evento será, como habitualmente, transmitido online. Além dos três novos modelos de iPhone, deveremos conhecer uma nova Apple TV com suporte para 4K, novidades sobre o HomePod e datas para os novos sistemas operativos, como o iOS 11 e o macOS High Sierra.

Previous A RTP quer fazer com os documentários o mesmo que fez com as séries
Next Nova funcionalidade pode mudar a forma como usas o Facebook