PSP e Segurança Interna desmentem ameaça terrorista em Lisboa

Mensagens nas redes sociais lançaram o alarme.

O rumor terá começado a circular pela manhã através do WhatsApp e rapidamente se espalhou por todas as redes sociais. Começaram a surgir posts de Facebook, tweets, retweets e as habituais mensagens de preocupação entre amigos. Sem se conhecer a origem do alarme, espalhou-se a ideia de que Embaixadas e os hotéis na cidade de Lisboa teriam sido informados da presença de terroristas no nosso país.

O assunto ganhou rapidamente dimensão e levou a PSP e a Segurança Interna a fazer um desmentido público. Em comunicado enviado à agência Lusa, a Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna, Helena Fazenda, garantiu que Portugal não alterou o grau de ameaça terrorista e que este “se mantém em grau moderado”.

A Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna informa ainda que “todas as forças e serviços de segurança que integram a Unidade de Coordenação Anti-terrorismo estão a trabalhar em completa articulação e em cooperação com as suas congéneres, acompanhando o contexto internacional no âmbito da ameaça terrorista”.

Contactada pela Lusa, Helena Fazenda explicou que o comunicado foi emitido porque estavam a circular “rumores” sobre a subida dos níveis de alerta contra o terrorismo em Portugal.

Previous Humans of New York, agora em série televisiva
Next LG V30: uma câmara fotográfica com telemóvel