Handmaid’s Tale, a série que tem de chegar a Portugal

A série é apontada pela crítica como a melhor do ano.

Handmaid's Tale série
Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Se tivéssemos de traduzir o nome da série para português, jamais obteríamos a substância e o significado exacto do que é Handmaid´s Tale. Bruce Miller, produtor de séries como Eureka ou The 100, em conjunto com a Hulu, pegou no livro da canadiana Margaret Atwood, The Handmaid´s Tale, e criou uma das melhores séries que podes ver em 2017.

Em Handmaid’s Tale, os Estados Unidos da América como os conhecemos terminaram. No seu lugar surgiu um conceito chamado Gilead. Esta nova sociedade, regida por princípios totalitários de matriz cristã, é liderada por comandantes, que através da força militar, impõe a nova ordem. Milhões de pessoas tiveram de fugir, outras foram mortas, os direitos humanos foram abolidos e em particular os direitos das mulheres em trabalhar, serem independentes e livres terminaram. O grande problema que este novo status quo tem de enfrentar consiste na onda de infertilidade que assola o país. Desta forma, os líderes de Gilead reuniram as últimas mulheres férteis, chamando-as de criadas (handmaid). Estas mulheres são atribuídas aos comandantes máximos, posteriormente são violadas e violentadas de modo a engravidarem, garantindo a descendência aos casais que mandam no país.

A acção de Handmaid’s Tale gira em torno da personagem principal, June Osborne ou Offred, criada do comandante Waterford, que durante 10 episódios revela ao espectador esta nova sociedade e a dinâmica entre as criadas e as chefias. Elisabeth Moss, atriz que interpreta Offred, tem uma performance absolutamente genial, arriscando-se a levar para casa o galardão de melhor interpretação feminina do ano. Do restante elenco é importante destacar os papéis de Yvonne Strahovski e Joseph Fiennes como casal Waterford, Ann Dowd como coordenadora das criadas e Madeline Brewer como uma das criadas mais mediática.

O chapéu e a indumentária que as criadas usam e expressões como “abençoado seja o fruto”, “que o Senhor o abra” e “sob o Seu olhar” são alguns dos pormenores mais particulares e curiosos da série, contudo deixamos o significado em suspenso para que se possam encantar quando virem este pedaço de excelência da sétima arte.

Handmaid’s Tale foi renovada por mais uma temporada e voltará a ser exibida em 2018. Por enquanto é apenas possível assistir à serie através do site oficial da Hulu , não havendo previsão de quando chegará a Portugal pela mão de um canal ou de um serviço de streaming nacional.

 

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.