Nike: “Do it” a bem ou a mal, just do it

Na mais recente campanha da marca, os atletas colocam-se em situações extremas, e sem saída.

A agência Wieden + Kennedy Portland de Oregon, Estados Unidos, é a responsável pela mais recente campanha da Nike para o mercado Australiano, onde comuns desportistas e atletas famosos se colocam em situações onde só têm duas opções ou fazer, ou fazer.

Nos quatro filmes podemos ver várias atletas, entre eles celebridades como o jogador de rugby James Tadesco e a atleta Australiana Gen Lacaze, confiantes e sem medos, sujeitando-se a desafios propositadamente assustadores.  Por exemplo, algemando-se a atletas profissionais antes do início de uma maratona, fazendo soar alarmes de um museu ou destruindo (ou tentando) a sua própria propriedade. Apesar dos cenários não nos serem propriamente familiares, o humor presente em cada vídeo é inegável e dá à campanha uns pontos a favor.

 

 

 

A mensagem transversal às 4 narrativas é também clara e de salientar: só apontando para objectivos difíceis conseguimos melhorar.

Se quanto ao filme pouco ou nada há a apontar, menos ainda há nas peças gráficas. Arrojadas, bonitas e bastante originais. Sabemos que a direcção de arte é um dos pontos fortes das campanhas da Nike e esta é mais uma evidência irrefutável.

O visual simples, limpo e muito ligado à street art, é claramente um “plus” da campanha. Pode não passar de uma campanha publicitária mas dá imensa vontade de ter um daqueles posters pendurado em nossa casa, quem sabe para nos ajudar a disciplinar e a obedecer ao plano do jogging matinal?

 

Créditos:

Cliente: Nike

Agência: Wieden + Kennedy Portland, Oregon

Previous Um Telefone de lamber os dedos
Next Novidades incríveis sobre The Incredibles 2

Suggested Posts