Marca MEO vai acabar. Operadora ganhará uma nova vida

Adeus, MEO. Olá, Altice.

Em 2007, a marca MEO foi lançada. Em 2013, sofreu um rebranding. No ano seguinte, aglutinou a TMN e reforçou-se como uma das maiores marcas de telecomunicações em Portugal. Dez anos depois do seu lançamento, o MEO vai desaparecer para dar lugar à Altice.

A francesa Altice, que comprou a PT Portugal (e consequentemente o MEO) em 2015, decidiu adoptar o seu nome como marca comercial em todos os mercados em que opera. Assim, não é só a portuguesa MEO a receber um novo nome, mas também a francesa SFR, por exemplo. As mudanças vão ser concretizadas até final do segundo trimestre de 2018.

As marcas Moche, SAPO e Uzo vão manter-se, para já, e Cristiano Ronaldo continuará a ser a cara da operadora em Portugal e será o embaixador da Altice em todo o mundo, segundo avança o Dinheiro Vivo, que está a acompanhar o anúncio da Altice em Nova Iorque. “É uma completa transformação para a empresa”, disse Michel Combes, CEO do grupo Altice.

O objectivo da Altice é criar uma marca única não só junto dos clientes mas também dos colaboradores. A nova identidade visual da Altice foi criada pela agência de design Turner Duckworth e começará a ser implementada já no terceiro trimestre de 2017 na República Dominicana, onde a multinacional opera com o nome Orange.