6 filmes para veres no cinema na Semana dos 2,5


A partir da próxima segunda-feira e durante três dias, os preços das sessões de cinema em Portugal vão custar 2,50 euros. Trata-se da 3ª edição da Festa do Cinema, iniciativa que pretende promover o acesso à cultura e atrair novas pessoas às salas de cinema portuguesas.

Abrangidos pela promoção, estão todos os filmes em cartaz durante a Festa , incluindo aqueles de que te falámos na semana passada. Agora trazemos-te mais uma fornada de sugestões para que possas aproveitar a 2,50 euros nos dias 22, 23 e 24 de Maio.

Alien: Covenant (Ridley Scott)

Dez anos depois dos acontecimentos de Prometheus,  a nave espacial Covenant destina-se a um planeta desconhecido com o objectivo de o colonizar. Quando finalmente chegam ao seu destino, os tripulantes apercebem-se que o planeta onde aterraram é perigoso e esconde uma ameaça para além da sua imaginação.
Ridley Scott volta finalmente ao universo de Alien, e é no sexto filme da saga que traz de volta o famoso Xenomorph e Facehugger. O elenco conta com Katherine Waterson, Danny Mcbride, Billy Crudup e Michael Fassbender.

 

Fátima (João Canijo)

Em Maio de 2016, um grupo de onze mulheres parte em peregrinação a Fátima. Ao longo de nove dias e quatrocentos quilómetros, atravessam meio país em esforço e sacrifício, onde o cansaço extremo fragiliza os ânimos. A dor, as limitações físicas e a vulnerabilidade levam-nas a momentos de rutura. Chegadas a Fátima, cada uma terá que reencontrar o seu próprio caminho para a redenção. O filme é realizado por João Canijo (Sangue do Meu Sangue), no estilo semi-documental que caracteriza as suas últimas criações cinematográficas, que acompanhou as actizes em peregrinações reais, captando os seus desafios, acidentes, obstáculos e ansiedades no seu caminho inspirado em mulheres de fé.

Le Jeune Karl Marx (Raoul Peck)

Em 1844, em Paris, um jovem Karl Marx encontra Friedrich Engels, filho de um industrial, que investigou o nascimento da classe trabalhadora britânica. Engels fornece a última peça do quebra-cabeça para a nova visão de mundo do jovem Marx. Juntos, vão liderar um movimento revolucionário do qual nasceram os instrumentos teóricos para a emancipação das massas oprimidas na Europa e em todo o mundo. O realizador é Raoul Peck e conta com August Diehl, Stefan Konarske e Vicky Krieps.

I Am Not Your Negro (Raoul Peck)

Também de Raoul Peck, chega-nos este documentário de 2016.Em 1979, James Baldwin escreveu ao seu editor descrevendo o seu próximo projecto – Remember This House. Seria um livro revolucionário sobre as vidas e os assassinatos de três dos seus amigos mais próximos : Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King, Jr. Quando morreu, em 1987, deixou apenas 30 páginas do manuscrito. Este documentário extraordinário dá voz às palavras de Baldwin e, usando preciosos materiais de arquivo, volta a trazer para a ribalta as questões raciais na América. Teve honras de estreia no Indie Lisboa e chega agora aos cinemas de todo o país.

Sieranevada (Cristi Puiu)

Do realizador e argumentista romeno Cristi Puiu (The Death of Mr.Lazarescu), chega-nos esta comédia dramática.
Três dias após o ataque terrorista nos escritórios da revista Charlie Hebdo e quarenta anos após a morte do seu pai, Lary, um neurologista no auge da sua carreira, prepara-se para passar o seu sábado numa reunião de família para assinalar a data e celebrar o seu falecido pai. Mas a ocasião não corre de acordo com as espectativas. Forçado a confrontar os seus medos e o seu passado, a repensar o lugar que ocupa dentro do seio familiar, Lary dá por si constrangido e hesitante a partilhar a sua versão da verdade.

Colossal (Nacho Vigalondo)

Depois de ter ter perdido o emprego e ter sido posta na rua pelo seu namorado, Gloria é forçada a deixar Nova Iorque e volta à cidade onde cresceu. Quando uma reportagem televisiva relata que uma criatura gigante está a destruir Seoul, na Coreia do Sul, Gloria apercebe-se que está de certa forma ligada a este fenómeno bizarro. À medida que os eventos fogem do seu controlo, Gloria tem de compreender de que forma é que as suas vidas estão ligadas e como é isso pode afectar o resto do planeta. Anne Hathaway (Les Misérables) protagoniza com Nacho Vigalongo (Timecrimes) no papel de realizador.

Previous O que sabemos até agora sobre o escândalo Temer/suborno?
Next Não, o MP3 (ainda) não morreu

Suggested Posts