Europa Sobre Rodas: 17 500 km e 22 países depois #7

Dia 13 de Maio fez 6 meses que saímos de Massamá.

183 dias que viajamos de autocaravana por países da Europa, no total já fizemos 17 500km na estrada e visitámos 22 países, cada um com os seus encantos e as suas singularidades. Gastámos 2180 euros em gasóleo e 1600 euros em alimentação, o que dá uma média de 9 euros por dia para os dois.

Já passámos pelos países com os preços mais elevados da Europa, como a França, o Reino Unido e os países nórdicos – sendo que tentamos sempre ser contidos com o dinheiro que gastamos.

Esta última semana tivemos em Helsínquia, na Finlândia, ficámos num parque a 5,5km do centro e aproveitámos a proximidade para ir de bicicleta para a cidade. Helsínquia localiza-se junto ao mar e essa proximidade sente-se. Visitámos a ilha de Suomelina, que em tempos foi uma fortaleza que protegia a cidade – o bilhete do barco foi apenas 5 euros, o que vale muito a pena, até pela oportunidade de contemplar a cidade vista do mar. Existem dois monumentos históricos muito bonitos e ornamentados, a Catedral Luterana e uma Igreja Ortodoxa.

Helsínquia
Catedral Luterana, Helsínquia

Dia 8, apanhámos o ferrie para Tallinn, na Estónia, que nos custou 120 euros (os dois e a casinha).

No ferrie, para Tallinn

Ficámos surpreendidos com a cidade, o centro tinha um ar muito medieval, estava tudo cuidado e arranjado. Também se pode ver uma igreja ortodoxa, um monumento que chama muito a atenção.

Igreja Ortodoxa, Tallinn

Seguimos em direcção a Riga, na Letónia, uma cidade com um centro agradável, mas para nós, sem muitos motivos de interesse. A Estónia, a Letónia e a Lituânia são países com muitas árvores e onde tudo está verde. A taxa populacional é muito reduzida e só existem estradas pavimentadas entre as grandes cidades, com uma faixa de dois sentidos, o que faz com que não haja faixas de ultrapassagem. Por sua vez, os condutores, pareceram-nos um pouco “suícidas”: passam traços contínuos e fazem ultrapassagens nas curvas, sempre na “última”.

Tallinn

Éramos para ir para um parque de autocaravanas, que tínhamos visto no CamperContact, mas não tal foi possível – assim que saímos da via principal fomos confrontados com 40 km em estrada sem pavimento….

Neste momento, estamos na Polónia e vamos visitar a cidade de Cracóvia e o campo de concentração nazi, Auschwitz. Depois seguimos para a Ucrânia e para um parque natural na Eslováquia, com a esperança de ver bisontes europeus

.

Previous Antes de Coura, Chet Faker transita para Nick Murphy com novo EP
Next Boletim Tecnológico – 15 de Maio