Não vais acreditar no que esta livraria fez

A sério, este título clickbait foi totalmente propositado.

Clickbait. Neste gigante mar de informação, somos todos peixes sedentos de notícias de última hora. Do mais recente, do mais escandaloso, do exclusivo. Poético mas verdadeiro. Somos todos tainhas, à espera a qualquer momento de abocanhar (eww) o isco que nos lançam. É daí que surge o termo clickbait – notícias partilhadas nas redes sociais com títulos que nos fazem ganhar escamas de psoríase se não as abrirmos para ver o conteúdo.

Enquanto alguns aproveitam para ir contra a maré e combater o clickbait  a todo o custo, a livraria The Wild Detectives, no Texas, aproveitou a onda e criou Litbaits, uma série posts de Facebook com títulos apetitosos ao clique, inspirados no enredo de clássicos da literatura. Ao abrir o artigo, és levado directamente para um post de Medium com o livro na íntegra.

Títulos como “British guy dies after selfie gone wrong” (O Retrato de Dorian Grey), “Teenage girl tricked boyfriend into killing himself” (Romeu e Julieta) ou “Romanian man discovers shocking fact about garlic that will give you nightmares” (Drácula de Bram Stoker) foram suficientes para aumentar em 14000% (!!!) o tráfego do site da livraria e a um aumento de 150% de engagement no Facebook. Assim simples. O que nos leva a pensar que, graças a esta campanha, podem ter conseguido passar de 1 para 140 visitantes no site. Nada mau.

Criativamente, é uma boa sacada e algo que nunca tinha sido feito. Utilizar uma arma que cada vez mais os meios de não-comunicação utilizam para sobreviverem e ganharem algum dinheiro para algo bom é bastante inteligente e torna o Facebook num lugar melhor para viver. Talvez se tivesse sido uma livraria mais reconhecida e engagement, os resultados teriam sido mais avassaladores.

Agora cabe-te a ti, seu alabote do News Feed, saberes o que mordes.

Previous O site Rap Notícias faz 5 anos. E Slow J já deu a sua prenda
Next LisbonWeek 2017: uma semana cultural para conhecer o Lumiar e Telheiras